DESTAQUE

Mattos elogia Felipe Melo e lamenta: “Ele fala uma frase e vai para capa de jornais”

Publicado às

Estudante do 9º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.

Palmeiras Felipe Melo

Crédito: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Sincero, de personalidade forte e polêmico em alguns momentos, Felipe Melo vem chamando a atenção dos torcedores e ganhando os noticiários brasileiros desde que voltou a atuar no país. Essa grande exposição que o volante recebe, quase que diariamente, foi comentada pelo diretor de futebol do Verdão, Alexandre Mattos, que fez elogios ao comportamento do camisa 30.

Em entrevista ao programa “Arena”, do SporTV, Mattos falou sobre a exposição na mídia de Felipe Melo e comemorou o acerto da diretoria na contratação. As confusões acontecidas no confronto do Palmeiras com o Peñarol, na última semana, também foi pauta da entrevista do dirigente.

LEIA MAIS:

VOLANTE DO PALMEIRAS E TRÊS JOGADORES DO PEÑAROL SÃO SUSPENSOS PROVISORIAMENTE PELA CONMEBOL

PALMEIRAS É DENUNCIADO NA CONMEBOL POR CONFUSÕES NO JOGO CONTRA O PEÑAROL

MOISÉS ELOGIA MATTOS, DISPENSA EUROPEUS E VISA FICAR ‘UM BOM TEMPO’ NO PALMEIRAS

“O Felipe Melo chegou como se tivesse aqui há muitos anos. Um jogador de profissionalismo impecável. Foi um acerto enorme”, disse Mattos. Pela personalidade forte, ele acaba gerando polêmica. Ele fala uma frase vai para capa de jornais. Está sempre em evidência. O próprio Felipe está amadurecendo. É um baita jogador, jogador de liderança impressionante. O grupo adora ele. Eles defendem de coração. O Felipe protege todo mundo, vai ajudar o Palmeiras nesses 3 anos”, continuou o diretor.

Após a vitória do Verdão por 3×2 sobre o Peñarol, o ‘tempo fechou’ no gramado do Estádio Campeón del Siglo. Em decorrência dos acontecidos, Felipe Melo foi suspenso, preventivamente, pela CONMEBOL e desfalca a equipe nas próximas partidas.

Alexandre Mattos reforçou o discurso adotado pelo Palmeiras, de que o volante agiu em autodefesa, e revelou que o Palmeiras trabalha com profissionais de fora do país para tratar do assunto nos tribunais.

“O cara foi jogar bola no Uruguai. Não deu um pontapé sequer. Equilíbrio emocional imenso nos jogos. Contou até 150 mil para reagir em sua defesa (…) Nós estamos muito bem representamos por nossa equipe jurídica mas estamos trabalhando com profissionais estrangeiros para pensar em tudo. Acho que quando o Ministério Público se preocupar com brigas em campo, estaremos muito mal. Eu reafirmo: somos vítimas. Quem estava lá sabe como foi”, completou o diretor de futebol.

Sem Felipe Melo, o Palmeiras entra em campo na noite de hoje (03) para mais um jogo fora de casa. Na Bolívia, o Palmeiras enfrenta o Jorge Wilstermann e tem a chance de voltar para São Paulo já classificado para as oitavas de final.