DESTAQUE

Moisés elogia Mattos, dispensa europeus e visa ficar ‘um bom tempo’ no Palmeiras

Publicado às

Estudante do 9º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.

Palmeiras

Foto: Moisés Palmeiras

Crédito: Foto: Reprodução TV/ESPN Brasil

O volante Moisés participou do programa Bate-Bola Debate, do canal ESPN Brasil, e revelou ter recebido algumas propostas do exterior. Apesar do interesse europeu, o meio-campo afirmou que em nenhum momento esteve perto de deixar o Palmeiras.

Identificado com a torcida após um grande ano em 2016 e sem atuar, por conta da lesão, desde o dia 19 de fevereiro – quando disputava seu segundo jogo em 2017 -, o jogador de 29 anos garantiu que pretende fazer história com a camisa alviverde.

LEIA MAIS:

EX-GOLEIRO DO PALMEIRAS É APRESENTADO PELO GUARANI PARA DISPUTA DA SÉRIE B

CONHEÇA O ÁRBITRO ESCALADO PARA JORGE WILSTERMANN X PALMEIRAS

AGENTE REVELA PROCURA DE TIME BRASILEIRO POR ALECSANDRO, DO PALMEIRAS

“Falei para o meu empresário que tinha muito interesse em ficar aqui. Era meu sonho voltar para o Brasil, jogar em um grande clube, marcar minha história no meu país. Houve algumas sondagens, alguns clubes da Europa que vieram, assistiram a jogos, mandaram mensagens, mas não avançou. Não teve nenhuma conversa que chegasse ao ponto de ‘ah, o Moisés pode sair’.”

Contratado em 2016, o volante elogiou Alexandre Mattos, diretor de futebol do Verdão, e revelou que ficou tranquilo após conversa com o dirigente.

“Tem que tirar o chapéu para o Alexandre. Ele sabe organizar muito bem o elenco. Quando começou o zum-zum-zum, ele já falou: “Tenho interesse em ter você aqui ano que vem, então não deixa entrar nada na sua cabeça, porque a gente conta com você”. Não falamos de valores, mas ele me deu esse papo de que iríamos conversar depois do campeonato e me deixou tranquilo.”

Um dos destaques do alviverde que conquistou o eneacampeonato brasileiro de 2016, o camisa 10 – número que recebeu no início de 2017 – garantiu que vai permanecer por um longo período no clube. O volante também ressaltou que sonha em vestir a camisa da Seleção Brasileira.

“Para mim é mais interessante ficar aqui. Fui campeão, minha família está adaptada e tenho ambição de Seleção também. Sei que você tem de estar jogando, estar em evidência, e nada melhor do que estar no seu país, no clube mais forte, que faz excelente trabalho. Quero ficar aqui um bom tempo ainda, e sem machucar, né?.”

Em recuperação, Moisés ainda ficará um tempo sem jogar. Em uma projeção otimista, o retorno aos treinamentos pode acontecer no mês de agosto.