Futebol

Confira os números da passagem de Eduardo Baptista pelo Palmeiras

Publicado às

Estudante do 9º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.

Eduardo Baptista

Crédito: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Eduardo Baptista não é mais técnico do Palmeiras. Após a derrota, na Bolívia, para o Jorge Wilstermann, a diretoria alviverde se reuniu, na noite desta quinta-feira (04) e oficializou a demissão. No clube desde o início de 2017, o treinador não conseguiu encontrar a maneira do time desempenhar um bom futebol. Recentemente, Baptista estava sendo pressionado, sem conseguir passar confiança para o torcedor,

O técnico de 45 anos comandou a equipe em 23 partidas e acumulou 14 vitórias, dois empates e cinco derrotas, o que resultou em um aproveitamento de 66%.

LEIA MAIS:

OFICIAL: EDUARDO BAPTISTA NÃO É MAIS TÉCNICO DO PALMEIRAS

PROMESSA DA BASE DO PALMEIRAS, MEIA É EMPRESTADO PARA CLUBE DA SÉRIE B

PALMEIRAS PERDE, ADIA CLASSIFICAÇÃO, MAS SEGUE EM PRIMEIRO NO GRUPO 05 DA LIBERTADORES

MATTOS ELOGIA FELIPE MELO E LAMENTA: “ELE FALA UMA FRASE E VAI PARA CAPA DE JORNAIS”

Com Eduardo Baptista no comando, o Palmeiras balançou as redes em 40 oportunidades, com média de 1,9 gols por jogo. Por outro lado, a equipe sofreu 20 gols (0,95 por jogo).

Na Libertadores, o, agora, ex- técnico do Verdão, esteve à frente da equipe em 5 partidas e também acumulou 66% de aproveitamento no torneio. Apesar de ter sofrido apenas uma derrota no torneio, justamente a deste meio de semana, o Palmeiras conseguiu vitórias apertadas no torneio, precisando dos acréscimos para vencer Wiltersmann e Peñarol, em casa.

A pressão sobre o treinador aumentou após a eliminação no Campeonato Paulista. Depois de uma boa primeira fase, quando terminou na primeira colocação geral, o Verdão encontrou a Ponte Preta na semifinal e foi eliminado sofrendo uma derrota de 3×0 no Moisés Lucarelli e vencendo por apenas 1×0, no Allianz Parque.

A maior goleada aplicada pelo Palmeiras de Eduardo Baptista foi pelo Paulistão. No dia 19 de fevereiro, a equipe visitou o Linense e venceu pelo placar de 4×0. Os gols do jogo foram marcados por Willian, Raphael Veiga, Michel Bastos e Lucas Barrios.

O maior resultado negativo do técnico foi justamente o 3×0 sofrido para a Ponte Preta, seu ex- time antes de chegar ao Palmeiras.