DESTAQUE

Palmeiras perde, adia classificação, mas segue em primeiro no Grupo 05 da Libertadores

Publicado às

Estudante do 9º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.

Palmeiras

Crédito: Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras

O Palmeiras foi derrotado por 3×2 pelo Jorge Wilstermann, na Bolívia, e adiou sua classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores da América de 2017. Apesar do resultado negativo, o Verdão segue na primeira colocação do Grupo 05 e depende apenas de si para chegar a próxima fase.

Com 10 pontos, o Palmeiras tem um de vantagem para o Wiltersmann e três para o Atlético Tucumán-ARG. Na última rodada, o Verdão recebe o time argentino no Allianz Parque e, em caso de vitória, garante a classificação e a primeira posição.

LEIA MAIS:

ATLÉTICO-MG GOLEIA FORA DE CASA E SE APROXIMA DA CLASSIFICAÇÃO NA LIBERTADORES

MOISÉS ELOGIA MATTOS, DISPENSA EUROPEUS E VISA FICAR ‘UM BOM TEMPO’ NO PALMEIRAS

1º tempo

Com menos de um minuto, Rios recebeu cruzamento de Bergese e, de cabeça, quase abriu o placar para o Wilstermann. Na primeira tentativa do Palmeiras, Róger Guedes fez boa jogada, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Dudu, que ficou pressionado pela zaga e não conseguiu finalizar.

Com 9 minutos, o camisa 23 do Verdão balançou as redes após um belo voleio, mas o gol foi bem anulado pelo assistente. No lance seguinte, Guerra arriscou do meio de campo e quase pegou o goleiro Olivares desprevenido.

Após o início de jogo com as duas equipes apostando na velocidade, a partida ficou mais cadenciada e sem chances de gol para nenhum lado.

Aos 36’, em uma cobrança de falta para a área do Verdão, Omar Morales aproveitou um erro de Vitor Hugo e ficou livre para cabecear e abrir o placar para os bolivianos.

O primeiro gol animou o Wilstermann que aumentou o placar quatro minutos mais tarde. Aos 40’, Machado acertou uma linda finalização de longe e acertou a ‘gaveta’ de Fernando Prass para fazer 2×0.

No último lance da primeira etapa, o Palmeiras diminuiu o prejuízo. Depois de cobrança de falta de Dudu, a zaga do Wilstermann afastou parcialmente e Guerra finalizou de primeira para descontar o placar.

2º tempo

Para a segunda etapa, Eduardo Baptista tirou o atacante Willian e colocou em campo o colombiano Borja, barrado da escalação inicial.

Aos 10’, o camisa 12 do Palmeiras foi lançado por Róger Guedes e tocou na saída do goleiro, mas a bola foi pela linha de fundo.

Em busca do resultado, o técnico alviverde fez a segunda mudança na equipe aos 16 minutos. Escalado para ser o substituto de Felipe Melo, Thiago Santos deixou o gramado para a entrada de Keno.

A situação ficou ainda pior para o Verdão aos 21 minutos. Depois de lançamento para a direita, Saucedo ganhou disputa com Jean e foi derrubado por Fernando Prass. Pênalti. Cardozo cobrou forte, no meio do gol, e aumentou o placar para 3×1 para o Wilstermann.

A última substituição do Palmeiras foi a entrada de Raphael Veiga no lugar de Dudu, aos 25′.

Já o gol que reascendeu as esperanças do Verdão aconteceu aos 28′. Após jogada e cruzamento de Keno, Cabezas subiu e cabeceou contra o próprio patrimônio. 3×2.

Nos minutos finais da partida, o Wilstermann tratou de fazer o tempo passar. Por outro lado, o Palmeiras apostou em bolas aéreas, mas, apesar dos cinco de acréscimos, não conseguiu chegar ao empate.

Ficha técnica de Jorge Wilstermann x Palmeiras

Data: 3/5/2017, às 21h45

Local: Estádio Felix Capriles, em Cochabamba (Bolívia)

Árbitro: Wilson Lamouroux (Chile)

Assistentes: Wilmar Navarro (Chile) e John Alexander Leon (Chile)

Os times:

Jorge Wilstermann: Olivares; Omar Morales, Alex Silva, Zenteno e Aponte; Machdo e Saucedo (Diaz); Bergese (Cabezas), Cristian Chávez (Ortiz) e Rudy Cardozo; Gabriel Ríos

Palmeiras: Fernando Prass; Jean, Yerry Mina, Vitor Hugo e Michel Bastos; Thiago Santos (Keno); Róger Guedes, Tchê Tchê, Guerra e Dudu (Raphael Veiga); Willian (Borja).