DESTAQUE

Prefeitura de SP ameaçou fechar Allianz Parque após shows de Justin Bieber; entenda

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Allianz Parque

Crédito: Foto: Divulgação/Palmeiras

Os shows do cantor Justin Bieber no mês de abril fizeram com que a Prefeitura de São Paulo ameaçasse fechar o Allianz Parque pelo excesso de barulho durante o evento. Segundo o ESPN.com.br, a municipalidade enviou à administradora do estádio duas intimações em que exigindo que a situação fosse resolvida.

As intimações recebidas nos dias 5 e 6 de abril dizem que a WTorre deve “providenciar a adequação acústica do ruído produzido pelo Allianz Parque, nos termos da legislação própria, bem como cessar imediato sua emissão, sob pena de aplicação de novas multas e posterior FECHAMENTO ADMINISTRATIVO, conforme determina a Lei nº 16.402, de 22 de março de 2016”.

LEIA MAIS: Arouca deve ficar mais três meses fora dos gramados

De acordo com a Prefeitura de São Paulo, os ruídos emitidos pelos shows de Justin Bieber passavam do limite estipulado pela Lei do PSIU (Programa de Silêncio Urbano), sancionada pelo ex-prefeito Fernando Haddad. Ela procura “combater a poluição sonora na cidade de São Paulo e tem a missão de tornar mais pacífica a convivência entre estabelecimentos e os moradores da vizinhança”.

Na época, o Allianz Parque só não foi interditado porque a WTorre conseguiu por tutela antecipada evitar que isso acontecesse. Caso fosse fechado, o estádio não conseguiria realizar os shows marcados para os dias seguintes, de Elton John e James Taylor, além de possivelmente atrapalhar no jogo do dia 12, diante do Peñarol, pela Libertadores.

Calendário

Em maio, o estádio palmeirense tem mais três eventos marcados. Nesta quarta-feira (17), o Palmeiras enfrenta o Internacional pela Copa do Brasil e na semana que vem, também na quarta (24), o time de Cuca enfrenta o Atlético Tucumán, pela Libertadores. No dia 28, o show do cantor britânico Ed Sheeran fará um único show no Allianz Parque.