DESTAQUE

Presidente da FMF se manifesta sobre final do Mineiro e revolta cruzeirenses

Publicado às

Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Federação Mineira de Futebol/Divulgação

A torcida do Cruzeiro não esqueceu toda a polêmica que aconteceu sobre a partida decisiva do Campeonato Mineiro, após a Federação Mineira de Futebol (FMF) não se manifestar devidamente sobre o pronunciamento da Polícia Militar, que a princípio vetava a participação dos torcedores celestes na partida que será realizada neste domingo, no Independência.

Um novo capítulo da polêmica aconteceu após o presidente da FMF, Castellar Netto, se manifestar sobre a partida decisiva em seu perfil oficial no Twitter.

LEIA MAIS:

CRUZEIRO VAI ENCARAR CHAPE COM FORÇA MÁXIMA; VEJA OS RELACIONADOS
VEJA O DESEMPENHO DE SEU TIME NOS CONFRONTOS CONTRA EQUIPES DA SÉRIE-A EM 2017
CRUZEIRO REDUZ CUSTO DO DEPARTAMENTO DE FUTEBOL EM 37% NOS ÚLTIMOS DOIS ANOS

“Em Minas temos a melhor Polícia Militar do Brasil. Teremos ambas as torcidas na final. Que seja um dia de festa e paz nas arquibancadas”, disse Castellar.

Apesar do discurso politicamente correto, é fato que a FMF lavou as mãos em relação à participação das duas torcidas no Independência e só mudou a postura, depois que os dirigentes cruzeirenses recorreram, por exemplo, ao Ministério Público, em busca de garantir seus direitos.

Este acontecimento, somado ao fato de que o presidente da entidade é assumidamente atleticano não cairam bem para os torcedores celestes, que revoltados, responderam Castellar de forma ríspida.

No domingo, se o Cruzeiro quiser ficar com a taça de campeão, precisará vencer o Atlético, no Horto. Um novo empate favorece o rival, já que teve melhor campanha na primeira fase do Campeonato Mineiro.