Futebol

Presidente do Bahia faz duras críticas à arbitragem após empate na Copa do Nordeste

Publicado às

Baiano, 22 anos, jornalista em formação pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol, este último com maior fervor. Contato: victorw10@outlook.com

Crédito: Foto: Divulgação/ECBahia

O Bahia está em vantagem na final da Copa do Nordeste. Em um jogo recheado de polêmicas por conta da arbitragem, o Esquadrão empatou em 1 a 1 com o Sport, fora de casa.

As críticas após o jogo partiram de jogadores do Bahia e até do presidente Marcelo Sant’Ana, que não poupou reclamações contra o árbitro Antônio Dib e seus assistentes. Para o mandatário tricolor, o quadro de arbitragem não possui nível técnico para apitar uma final de Nordestão.

LEIA MAIS:
Pelé no Sport? Quase! Veja essa e outras curiosidades sobre o futebol nordestino
Conheça o Llanfairpwllgwyngyll F.C., o clube de futebol com o nome mais longo do mundo
Jogadores emprestados pelo Palmeiras são campeões com a Chapecoense

“Eu quero convocar a torcida do Bahia pra lotar a Fonte Nova na quarta, 45 mil pessoas pra não deixar que aconteça o que vimos aqui. Quer fazer teste? Faz na primeira fase, na série D, não na final de um campeonato desses, com dois times com 129 milhões de orçamento. A gente não quer ser prejudicado sistematicamente. Deixa o jogador decidir. Final de campeonato não é brincadeira de menino”, bradou o presidente, em entrevista coletiva.

A críticas do Bahia contra a arbitragem da partida de ida da final da Copa do Nordeste são referentes a supostos lances em que o Tricolor teve gol mal anulado, um pênalti não marcado, além de o escanteio que resultou no gol do Sport ter sido marcado de maneira equivocada.