DESTAQUE

Presidente do Palmeiras revela o que foi decisivo na queda de Eduardo Baptista

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Palmeiras

Crédito: Foto: Reprodução/Facebook

Após a demissão de Eduardo Baptista, o presidente do Palmeiras, Eduardo Galiotte, falou em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (5) na Academia de Futebol e revelou quais foram os motivos para a saída do ex-comanante.

O que foi decisivo para nós fazermos a alteração no comando técnico foi a evolução. Nós perdemos para a Ponte Preta. Não foi aquele momento, mas nos distanciamos daquilo que foi planejado [título paulista]. Temos objetivos, e, por isso, que trocamos o comando neste momento do ano“, disse Galiotte, sem adiantar qualquer nome para assumir o Palmeiras.

LEIA MAIS:

RIVAIS LAMENTAM A DEMISSÃO DE EDUARDO BAPTISTA NO VERDÃO

Nós o contratamos com convicção. O Eduardo é um técnico detalhista, estudioso. Mas o time não alcançou a evolução que esperávamos dentro de campo“, reforçou o presidente.

Nós não atingimos a evolução esperada da equipe do Palmeiras. O futebol é dinâmico e acreditamos que precisamos de ajustes para atingir nossas metas. Esse é o principal motivo para a mudança. Em relação aos nomes, ainda não temos nada definido. Quando tivermos, vamos passar para os senhores“, completou.

Cuca, que comandou o clube na conquista do Brasileirão do ano passado, é o principal candidato a assumir o cargo de técnico do Verdão.

O agente do treinador, Eduardo Uram, revelou ao Torcedores.com que espera que o clube faça contato ainda nesta sexta para começar as negociações. Um time chin~es também tem interesse em contratar Cuca, mas as conversas ainda são embrionários, o que favorece o time paulista.

Treinamento

Um dia depois da queda de Eduardo Baptista, o Palmeiras treinou normalmente na Academia de Futebol e a atividade foi comandada por Cláudio Prates, auxiliar permanente do clube.

As novidades foram as presenças do zagueiro Edu Dracena e do lateral esquerdo Zé Roberto, que foram desfalques na derrota do Verdão para o Jorge Wilstermann, na última quarta. Ambos fazem trabalhos de transição física e deverão estar à disposição para a estreia da equipe no Campeonato Brasileiro, no próximo dia 14, diante do Vasco, no Allianz Parque.