DESTAQUE

Santos vai a La Paz enfrentar dois adversários em busca de vaga antecipada

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Ivan Storti/Santos FC

Em busca de uma vaga antecipada nas oitavas de final da Copa Libertadores da América, o Santos possui jogo bastante difícil na quinta rodada da fase de grupos nesta quarta-feira (17), às 19h30 (de Brasília), quando vai à La Paz, na Bolívia, no estádio Hernando Silles, enfrentar dois adversários: O The Strongest e a altitude de 3660 m da cidade. 

Isso porque, o time boliviano sempre é bastante forte jogando dentro de seus domínios, até porque está mais acostumado aos efeitos da altitude e também com a baixa temperatura da Bolívia nessa época do ano. Por isso, o Peixe só chegará em La Paz três horas antes da partida, antes segue em Santa Cruz de la Sierra.

LEIA MAIS:
RELEMBRE A ÚLTIMA VEZ QUE THE STRONGEST X SANTOS SE ENCONTRARAM NA BOLÍVIA

O Santos vem de derrota no Campeonato Brasileiro para o Fluminense por 3×2, mas está em situação confortável na Copa Libertadores. Uma vitória no complicado duelo contra o The Strongest confirma vaga antecipada às oitavas de final, Um empate deixa a situação bastante encaminhada, já que na última rodada enfrenta o Sporting Cristal, em casa, na teoria, o adversário mais fraco do grupo.

Para o confronto diante dos bolivianos, o técnico Dorival Júnior segue sem poder contra com o lateral Zeca, que se recupera de artroscopia no joelho esquerdo e também com o zagueiro David Braz, por lesão muscular. Além deles, o volante Thiago Maia está suspenso pelo cartão amarelo recebido rodada passada.

Se não pode contar com esses jogadores, o comandante santista tem o retorno do zagueiro Cléber, que ficou de fora da partida do Brasileirão no fim de semana, bem como o atacante Jonathan Copete. Jean Mota, suspenso na última rodada da Libertadores, também volta a ser opção na equipe, que deve entrar com: Vanderlei; Victor Ferraz, Cléber, Lucas Veríssimo, Jean Mota (Copete); Leandro Donizete, Renato, Lucas Lima; Vitor Bueno, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.