Futebol

Se vendido, Vitor Hugo fará Palmeiras pagar R$ 6 milhões à Crefisa

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Palmeiras

Crédito: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Depois que foi convocado por Tite para a Seleção Brasileira, Vitor Hugo vive um inferno astral. Más atuações fizeram com que o zagueiro do Palmeiras fosse para o banco e agora grande parte da torcida perdeu a paciência com o camisa 4. O revés do clube para o Jorge Wilstermann, na última quarta-feira, foi o estopim para que palmeirenses insinuasse que o jogador estaria fazendo “corpo mole” pois estaria vendido para a Europa.

Vitor Hugo se pronunciou publicamente negando que esteja tirando o pé, mas, de fato, o interesse por Vitor Hugo é real. A imprensa italiana informa que a Fiorentina estaria novamente tentando a contratação do jogador. A informação é que o clube de Florença deve apresentar uma proposta próxima aos 8 milhões de euros (R$ 27,7 milhões) por 100% dos direitos econômicos.

LEIA TAMBÉM:
Acredite: Palmeiras só esteve 10% do tempo à frente do placar nesta Libertadores
Você vai morrer de rir ao saber por que Borja não “ajudou” Prass no Uruguai
EXCLUSIVO: Edmundo revela que Neymar usava sua camisa 7 do Palmeiras em peladas na rua

O Alviverde já recusou ofertas da própria Fiorentina, no ano passado, de 7 milhões de euros, e do Galatasaray, da Turquia, que ofereceu 5,5 milhões de euros. A diretoria recusou ambas as propostas pois desejava manter todo o elenco até dezembro, mas Lucas Lages, empresário do atleta, esteve na Europa para ouvir propostas a seu cliente.

No balanço feito pelo Palmeiras, o clube informa que tem 50% dos direitos econômicos de Vitor Hugo – tem contrato com até 2021, enquanto a Tombense-MG detém a outra metade. Se vendido para a Fiorentina, o zagueiro irá render aos cofres alviverdes “somente” 2 milhões de euros (R$ 7 milhões na cotação atual).

POR QUÊ?

Em setembro de 2015, a Crefisa bancou a compra de 50% do passe de Vitor Hugo por 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 6 milhões na época). Em uma possível venda, a patrocinadora pode, no máximo, recuperar a quantia investida – o lucro fica para o Palmeiras. Por isso R$ 6 milhões voltariam aos cofres da parceira, e o resto para o Verdão.

Até aqui, Vitor Hugo tem 131 jogos e 13 gols pelo Palmeiras, um dos maiores zagueiros artilheiros da história do clube. Na Academia de Futebol, o beque conquistou a Copa do Brasil de 2015 e o Campeonato Brasileiro do ano passado.