Futebol

Sofrimento: Palmeiras esteve só 10% do tempo à frente do placar nesta Libertadores

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

O comentarista Caio Ribeiro opinou na transmissão de Jorge Wilstermann x Palmeiras, na última quarta-feira, que o Verdão não precisava passar tanto sufoco na fase de grupos da Libertadores como vem acontecendo. Apesar de o time de Eduardo Baptista ser o líder da Chave 5 com 10 pontos, ele ainda não convenceu dentro de campo. Afinal não houve ainda nenhuma vitória convincente da equipe nos cinco jogos disputados.

LEIA TAMBÉM:
Você vai morrer de rir ao saber por que Borja não “ajudou” Prass no Uruguai
Galvão detona Conmebol por briga em jogo do Palmeiras: “Selvageria que dá vergonha”
EXCLUSIVO: Edmundo revela que Neymar usava sua camisa 7 do Palmeiras em peladas na rua

É só lembrar da campanha até aqui. Na estreia contra o Atlético Tucumán, o Palmeiras saiu perdendo e foi buscar o empate com um jogador a menos (Vitor Hugo acabou expulso). Em seguida, o Verdão só foi conseguir ganhar do Jorge Wilstermann nos acréscimos com gol de Mina. Contra o Peñarol, novamente em São Paulo, a equipe saiu perdendo e precisou virar- o tento salvador só aconteceu aos 54 do segundo tempo, com Fabiano.

Na batalha de Montevidéu, o Verdão se recuperou de um péssimo primeiro tempo em que perdia por 2 a 0, e ganhou por 3 a 2 graças a uma excelente segunda etapa. Agora na Bolívia, o time passou os 90 minutos atrás do placar e não evitou a primeira derrota na competição.

O que tudo isso significa? O Torcedores.com fez as contas – em cinco jogos, ou seja, 450 minutos no total, o Palmeiras só ficou à frente do placar em 48. Isso representa apenas 10,7% do tempo. O plantel que contratou tanto – incluindo Borja e Guerra, do atual campeão Atlético Nacional, além de Felipe Melo – passou 402 minutos (ou quatro jogos e meio) correndo atrás do prejuízo.

CLASSIFICAÇÃO

Mesmo como revés em Cochabamba, o Palmeiras ainda está com a classificação encaminhada para as oitavas da Libertadores. Basta ao clube apenas empatar com o Atlético Tucumán, no Allianz Parque, no dia 24, que se garante na fase mata-mata.

GRUPO 5 PG J V E D GP GC SG %
Palmeiras 10 5 3 1 1 10 8 2 67
Jorge Wilstermann 9 5 3 0 2 12 8 4 60
Atlético Tucumán 7 5 2 1 2 7 7 0 47
Peñarol 3 5 1 0 4 9 15 -6 20