DESTAQUE

Vem diferente! Veja a provável escalação do Palmeiras para enfrentar o Jorge Wilstermann

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

O técnico Eduardo Baptista mantém o mistério, mas a escalação do Palmeiras para enfrentar o Jorge Wilstermann, nesta quarta-feira, em Cochabamba, está praticamente definida. Sem a presença de Edu Dracena (trauma no joelho) e Zé Roberto (tendinite), o Verdão deve entrar em campo na altitude boliviana com Vitor Hugo na zaga junto com Yerry Mina e Michel Bastos é o favorito para assumir a vaga na lateral esquerda.

LEIA TAMBÉM:
Galvão aconselha Felipe Melo a se preservar no Palmeiras: “Pare de dar entrevistas”
Galvão detona Conmebol por briga em jogo do Palmeiras: “Selvageria que dá vergonha”
EXCLUSIVO: Edmundo revela que Neymar usava sua camisa 7 do Palmeiras em peladas na rua
Palmeiras é prioridade de SP na Globo para a rodada de 4ª feira; veja equipe de transmissão

Na defesa, não há muito segredo. Embora Vitor Hugo venha em má fase, o camisa 4 é mais experiente que o jovem Antonio Carlos, que também aparece como alternativa para o setor. Na ala, Egídio era o reserva imediato de Zé, porém jogou muito mal o primeiro tempo contra o Peñarol, em Montevidéu, e foi sacado por Eduardo Baptista.

Contratado originalmente como meia, Michel Bastos passou a jogar de maneira improvisada no lado esquerdo e agradou. Vale lembrar que o jogador de 33 anos jogou a Copa do Mundo de 2010 pela Seleção Brasileira como lateral-esquerdo.

Thiago Santos irá ser o substituto do suspenso Felipe Melo, que ficará, ao menos, três jogos fora de cena por causa da briga no Uruguai, na semana passada. Tchê Tchê será seu companheiro na cabeça de área após excelente atuação em Montevidéu.

MISTÉRIO

Na frente, eis a única incógnita. Eduardo Baptista irá escalar Willian ou Borja? Ou os dois? Se optar apenas por Bigode, Róger Guedes jogará na ponta, com o camisa 29 fazendo o papel de pivô. Se Eduardo escalar Borja e Willian juntos, o camisa 12 passará a ser mais centralizado, e o artilheiro atuará mais pelas beiradas, podendo, logicamente, inverter com o companheiro.

O capitão Dudu retorna ao time após cumprir suspensão contra o Peñarol. O venezuelano Alejandro Guerra será o responsável mais uma vez pela armação das jogadas do Verdão.

Portanto a provável escalação do Palmeiras deve ser:

Com a vitória do Atlético Tucumán sobre o Peñarol, nesta terça-feira, o Palmeiras poderá garantir sua classificação para as oitavas da Libertadores com um empate na Bolívia. Hoje o Verdão lidera o Grupo 5 com 10 pontos, contra sete do Jorge Wilstermann e agora do Tucumán.