DESTAQUE

Zé Ricardo ousa com 4 laterais para Flamengo vencer na Libertadores; entenda a tática

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Crédito da foto: Gilvan de Souza/Flamengo

O Flamengo conquistou, na última quarta-feira, uma vitória importantíssima na Libertadores. Ao vencer a Universidad Católica por 3 a 1, no Maracanã, o time de Zé Ricardo chegou aos 9 pontos e assumiu a liderança do Grupo 4, faltando apenas uma rodada para o término da primeira fase. Mais do que isso, a equipe se mostrou versátil para as adversidades – tanto que o treinador ousou e acabou a partida com seus quatro laterais em campo.

LEIA TAMBÉM:
Vitória do Flamengo na Libertadores quebra série de recordes da TV Globo

Pará e Trauco entraram desde o início da partida, mas Zé Ricardo promoveu a entrada de Rodinei no lugar do apagado Mancuello no intervalo e de Renê na vaga de Gabriel. As alterações deram sentido.

Mas há como um esquema com quatro laterais funcionar? Zé Ricardo falou sobre isso na coletiva pós-jogo. A ideia era passar Gabriel para o meio de maneira a conter os meias da Católica e Rodinei passou a jogar como um ponta. O camisa 2 foi premiado com seu gol mais importante desde que chegou ao Flamengo, abrindo o placar.

Trauco, por sua vez, fez o terceiro do Flamengo já na função de meia esquerda e brincou com o treinador.  “O professor agora fez uma brincadeira, dizendo que posso jogar de 6, 8 e 10.”

AVALIAÇÃO DE ZÉ RICARDO:

Na verdade, Renê e Trauco não é novidade, é a terceira ou quarta partida nesse expediente. Rodinei também, inclusive na estreia ele fez a dobradinha com o Pará. De uma forma menos sistemática, eles fazem isso no dia a dia. Rodinei tem uma saúde invejável. Renê sabe do quanto utilizamos esse artifício. (…) Sabemos que Miguel (Trauco) tem característica de meio-campista para jogar perto do Guerrero pela proximidade e conhecimento que eles têm. Rodinei fez o gol no rebote da falta. Quando penso que minha avaliação de admiração por eles chega ao limite, eles mostram que tenho que admirá-los mais ainda.