Torcedores – Notícias Esportivas

Após vencer o GP do Canadá, Hamilton afirma: “foi um duro golpe para a Ferrari”

Foi um fim de semana perfeito para Lewis Hamilton: o inglês igualou o número de poles de seu grande ídolo, Ayrton Senna, fez uma prova perfeita, venceu o GP do Canadá de ponta a ponta, e viu pela primeira vez nesta temporada a grande rival Ferrari fora do pódio.

Rodrigo Nascimento
Colaborador do Torcedores.com, amante dos esportes americanos e do automobilismo.

Crédito: Twitter oficial de Lewis Hamilton

Se na corrida anterior, a Ferrari conseguiu uma dobradinha e viu Vettel aumentar a vantagem em relação a Lewis Hamilton no campeonato para 25 pontos, neste domingo no Canadá, a sorte passou a ser da equipe prateada, que fez a dobradinha, viu Hamilton diminuir a diferença para 12 pontos, e a Ferrari ausente do pódio.

LEIA MAIS:
F1: MOTOR HONDA QUEBRA DE NOVO, MAS ALONSO VAI PARA A GALERA; CONFIRA
FÓRMULA 1 2017: CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO MUNDIAL DE PILOTOS APÓS O GP DO CANADÁ

Hamilton teve um fim de semana perfeito, igualando o número de poles de Senna, e realizando uma corrida perfeita, e conquistando a sua sexta vitória no Canadá, ficando apenas a uma vitória de igualar o maior vencedor do circuito Gilles Villeneuve, o alemão Michael Schumacher, que venceu sete vezes:

“Foi um fim de semana incrível, não poderia estar mais feliz, principalmente pelo time. Viemos de Mônaco, na verdade, com todos coçando a cabeça e querendo trabalhar juntos e conseguimos”, disse Lewis Hamilton após a prova. “Nestes cinco anos, não vi o time tão entrosado trabalhando na mesma causa, entendendo o carro e entregar o que entregamos. Foi um duro golpe para a Ferrari.”

A diferença agora entre o líder Sebastian Vettel e Lewis Hamilton é apenas de 12 pontos. O piloto da Ferrari terminou o GP do Canadá na 4ª posição. A próxima etapa da temporada 2017 da Fórmula 1 será disputado no dia 25 de junho, o GP da Europa, que será disputado em Baku.