Apresentador da ESPN critica jornalismo ‘engraçadinho’: “um horror”

Conhecido por saber mesclar seriedade com bom humor, o apresentador dos canais ESPN, João Carlos Albuquerque, chamado de “Canalha”, não poupou críticas ao jornalismo “engraçadinho” que é praticado nos dias de hoje, em entrevista ao UOL Esporte.

Luiz Felipe Longo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Reprodução/ESPN

“Acho um horror, um lixo, uma coisa sem graça, sem critério, sem cultura. Graças a Deus, por favor, me digam se eu estiver fazendo isso, porque paro imediatamente. Mesmo fazendo minhas graças, sou muito mais sério e falo de coisas muito mais sérias do que de palhaçadas”, afirmou.

LEIA MAIS:
TRAJANO PARABENIZA ANIVERSÁRIO DA ESPN: “PREFIRO LEMBRAR DOS INESQUECÍVEIS MOMENTOS”
SILVIO LUIZ DISPARA CONTRA ROGER FLORES NO TWITTER: “PORR… O QUE ELE É CHATO, É BRINCADEIRA”

“É muito pesado você ficar o tempo todo falando de coisa séria, seriamente. Mas, é aquela gíria, aquela piadinha, um lugar comum, uma coisa sem conteúdo, uma provocaçãozinha barata, umas gracinhas sem graça. Eu acho um horror”, completou o apresentador.

Ele ainda relembrou algumas brincadeiras que já fez enquanto apresentava o “Bate Bola”, como quando deitou em cima da mesa do programa e fez que estava surfando e quando ajoelhou no chão imitando o técnico Cuca. “Faço umas coisas que até Deus duvida”, disse.

João Carlos Albuquerque, o Canalha, entrou nos canais ESPN em 1995 para apresentação de programa voltado para o automobilismo. Tirou um período sabático em 2000 e retornou cinco anos depois. Atualmente, está no comando da terceira edição do “Bate Bola”, e também no “Bola da Vez”.