Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Consultor médico explica situação de Danilo no Corinthians

Prestes a completar 10 meses longe dos gramados devido à fratura da tíbia e fíbula sofrida durante treinamento do Corinthians no final de agosto do ano passado, o meia Danilo trava uma batalha diária pela recuperação para estar em breve à disposição do técnico Fábio Carille. Joaquim Grava, consultor médico do clube alvinegro, explicou a complexidade do problema, mas destacou a evolução no tratamento.

Rafael Alaby
Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Crédito: Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

“O Danilo teve uma lesão extremamente grave, com uma fratura nos dois ossos da perna direita num lance casual com o Yago. Ele foi chutar e (a sua perna) pegou no joelho do Yago. Numa infelicidade ele teve lesões na artéria e no nervo. Então, a programação cirúrgica teve que ser outra, teve que ser internado no mesmo dia, foi feita a sutura na artéria. Graças a Deus a circulação voltou, só que ele permaneceu com uma paralisia no nervo durante quatro meses”, disse Grava, após ser questionado pela reportagem do Torcedores.com durante o evento Fut-Encontro, que na última sexta-feira teve como tema “Medicina Esportiva”.

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

Foto: Rafael Alaby/Torcedores.com

Grava disse que a idade avançada de Danilo dificulta mais a recuperação pelo fato de o atleta acabar tendo desequilíbrio muscular.

“(A recuperação) está evoluindo muito bem, em relação à fratura está ótimo, já está treinando. Só que tem problema. Pela faixa etária dele é comum todo jogador que tenha fratura, no seu retorno, fique com desequilíbrio muito grande na musculatura. Então, ele vem sofrendo há alguns dias com lesões não graves na panturrilha e precisa ser poupado de treinos. Mas acredito que se ele tiver preservação, apesar da idade, são 38 anos, ele ainda jogará esse Campeonato Brasileiro”, completou.

Em entrevista recente à Jovem Pan, Joaquim Grava revelou que o meia correu risco de amputação da perna.

Danilo é um dos atletas com mais vitoriosos da história corintiana. No alvinegro do Parque São Jorge desde 2010, ele conquistou dois Campeonatos Brasileiros (2011 e 2015), a Copa Libertadores (2012), o Mundial de Clubes (2012), o Campeonato Paulista (2013) e a Recopa Sul-Americana (2013).