Inédita Final do Mundial Sub-20 da FIFA

Pela primeira vez numa final de Mundial Sub-20, Inglaterra e Venezuela decidirão quem conquistará o título inédito. A batalha será no domingo e os brasileiros precisarão acordar cedo para assistir. Antes, Itália e Uruguai se enfrentam pelo terceiro lugar.

Odds Shark
Parceiro do Torcedores.com.

Crédito: Crédito: FIFA.

 

Venezuela sobreviveu ao Uruguai pela terceira vez

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Os uruguaios cruzaram com a campanha venezuelana rumo à final da Copa do Mundo em três oportunidades: na primeira fase do Sul-Americano, na fase final do torneio continental e agora, na semifinal do Mundial. Aconteceram dois empates e uma zebra da Terra de Nicolás Maduro por 3 a 0.

Nesta madrugada (horário de Brasília), Nico de la Cruz colocou os Charruás na frente, aos 4′ da etapa final. O gol veio em cobrança de pênalti em falta confirmada apenas pelo árbitro de vídeo.

Parecia que a Celeste chegaria à final mas Samuel Sosa, que entrou no decorrer da partida, deixou tudo igual em uma excelente cobrança de falta. O detalhe é que este gol foi aos 46′.

Na prorrogação, praticamente não teve futebol. As duas equipes estavam muito cansadas para tentarem alguma coisa. Somente no último lance, é que Hurtado acertou a trave uruguaia.

Nos pênaltis, os venezuelanos erraram uma cobrança com Soteldo. Os discípulos de Suárez e Cavani foram piores e desperdiçaram com o mesmo Nico de la Cruz e com Rodríguez.

O empate do tempo normal gerou um rendimento de R$ 2,82 para um, segundo o Oddsshark.com/br.

 

 

Ingleses conseguiram sua revanche contra os italianos

Assim como no duelo sul-americano, Inglaterra e Itália se enfrentaram três vezes. Nas eliminatórias do Europeu Sub-19, eles empataram. Na fase final do certame continental, a Itália ganhou por 2 a 1. Hoje, pelas semifinais da Copa do Mundo, os súditos da Rainha viraram o jogo e fizeram 3 a 1.

O craque Orsolini abriu a contagem logo aos dois minutos do primeiro tempo. Apesar da vantagem da Bota, o embate permaneceu equilibrado. Na segunda metade porém, o English Team veio com tudo e desequilibrou. Com um futebol envolvente e toques de bola rápidos, o ataque foi chegando cada vez mais perto da meta da Azzurra.

O empate até que demorou a sair. Solanke igualou aos 21’. Lookman, que atua pelo Charlton Athletic, pôs os britânicos na frente aos 32’. O atacante do Chelsea marcou o segundo dele na peleja aos 43’ para matar qualquer possibilidade de reação dos italianos.

Quem apostou dez reais, ganhou R$ 25,30, segundo o Oddsshark.com/br.

 

Como chegaram à final?

Vamos relembrar as campanhas de ambos desde as eliminatórias até aqui?

Venezuela: 0 a 0 Uruguai, 1 a 1 Peru, 0 a 0 Bolívia, 0 a 0 Argentina, 1 a 1 Colômbia, 4 a 2 Equador, 0 a 1 Brasil, 3 a 0 Uruguai, 0 a 2 Argentina, 2 a 0 Alemanha, 7 a 0 Vanuatu, 1 a 0 México, 1 a 0 Japão, 2 a 1 Estados Unidos e 1 a 1 Uruguai.

Inglaterra: 2 a 0 Macedônia, 1 a 0 Finlândia, 0 a 0 Itália, 2 a 1 Geórgia, 1 a 1 Grécia, 2 a 0 Espanha, 2 a 1 França, 2 a 1 Holanda, 2 a 1 Croácia, 1 a 2 Itália, 3 a 0 Argentina, 1 a 1 Guiné, 1 a 0 Coréia do Sul, 2 a 1 Costa Rica, 1 a 0 México e 3 a 1 Itália.

 

Quem será o campeão?

Que pergunta difícil que sou obrigado a (tentar) responder! Olha, eu já escrevi antes que eu adoro um conto de fadas. Se tiver final feliz então, melhor ainda. Por isso, confesso que torcerei pela Venezuela. Se dará certo, eu não sei. O que posso afirmar que o quadro sul-americano tem uma defesa muito sólida. Em seis encontros na Coréia do Sul, os venezuelanos permitiram apenas dois gols, uma excelente média. O goleiro Faríñez é um dos destaques da Vinotinto. Na semifinal, ele agarrou dois pênaltis e salvou seus companheiros com pelo menos duas boas defesas durante os 120 minutos de bola rolando.

Os ingleses terão a grande vantagem da experiência de seus jovens atletas. A maioria já integra o elenco profissional de seus clubes e atuam na Premier League ou nas divisões inferiores. Como seleção, é um grupo em ascensão, que se recuperou do baque do europeu, onde não atingiu a final, ao derrotar Argentina, México e Itália.

Segundo as casas de apostas esportivas, a camisa tradicional pesará a favor dos europeus: R$ 2,55 para um, contra R$ 2,92 dos sul-americanos e R$ 303 se tivermos prorrogação.

Na decisão pelo terceiro posto, os uruguaios são apontados favoritos: a cada cem reais apostados, voltarão R$ 247 pela vitória dos nossos vizinhos, contra R$ 320 se o tempo extra acontecer e R$ 288 pelo êxito da Bota.

 

O palco da decisão

As finais serão disputadas no Suwon World Cup Stadium, que tem capacidade para 43.959 torcedores. É a casa do fortíssimo Suwon Samsung Bluewings, que disputa a K-League, um dos campeonatos mais fortes da Ásia.

A arena está acostumada a grandes eventos. Ela recebeu três partidas da Copa das Confederações de 2001 e quatro da Copa do Mundo de 2002.

A disputa da medalha de bronze será a preliminar e tem seu horário confirmado para às 03h30 (de Brasília). Na sequência, às 07h00, será a vez de conhecermos o grande campeão.

 

Veja outros odds no Torcedores.

 

Semifinais:

Quinta-feira, 08 de junho:

Uruguai 1×1 Venezuela (R$ 2,82)

Itália 1×3 Inglaterra (R$ 2,53)

 

Final 3o e 4o:

Domingo, 11 de junho:

03h30: (R$ 2,47) Uruguai x Itália (R$ 2,88) (Empate R$ 3,20)

 

Final:

Domingo, 11 de junho:

07:00: (R$ 2,92) Venezuela x Inglaterra (R$ 2,55) (Empate R$ 3,03)