Kanaan faz manobra polêmica e causa batida de oito carros na Indy

Nesta noite de sábado está sendo disputada a Etapa do Texas, nona prova da temporada 2017 da IndyCar Series. E na volta 154, após uma manobra estranha de Tony Kanaan, quando disputava posição com James Hinchcliffe, um verdadeiro caos tomou conta do circuito oval texano, com pelo menos oito carros envolvidos em um acidente espetacular.

Rodrigo Nascimento
Colaborador do Torcedores.com, amante dos esportes americanos e do automobilismo.

Crédito: Reprodução/NBC

A IndyCar Series 2017 chegou a sua nona corrida, a Etapa do Texas. E a corrida estava alucinante, com grandes disputas envolvendo os primeiros colocados, e com alguns acidentes, como é de se esperar no circuito texano.

LEIA MAIS:
5 SUGESTÕES DE DESTINOS PARA FERNANDO ALONSO FORA DA MCLAREN
VOTE E AJUDE A ESCOLHER A WILLIAMS MAIS BONITA DA HISTÓRIA DA FÓRMULA 1

Tivemos no decorrer da prova, Alexander Rossi e Helio Castroneves indo para o muro, e paralisando a prova. Além disso, tivemos um erro grotesco de James Hinchcliffe ao sair dos boxes, no qual por pouco, não tirou da prova dois pilotos.

E realmente, essa não era a noite de James Hinchcliffe: durante a volta 154, ele disputou posição com Tony Kanaan e Mikhail Aleshin, e pressionado pelo dois carros, acabou tocando no carro do brasileiro e indo direto para o muro. Porém, mais sete carros acabaram se envolvendo no acidente, e a corrida teve que ser paralisada. Veja o acidente no vídeo abaixo.

Apesar de ter sido um acidente espetacular, ninguém se feriu. No total, se envolveram no acidente: Hinchcliffe, Aleshin, Munoz, Vautier, Jones, Carpenter, Hildebrand, Hunter-Reay. Boa parte dos pilotos envolvidos no acidente, culparam o piloto brasileiro, chamando a atenção para a manobra estranha de Tony Kanaan na disputa com Hinchcliffe.

Após a relargada, Tony Kanaan teve que cumprir vinte segundos de punição no pit.