Futebol

5 lições que o Santos tirou do jogo contra o Grêmio

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: (Foto: Wesley Santos/Agência PressDigital)

Santos e Grêmio ficaram no empate neste domingo (30), por 1 a 1, em Porto Alegre, pela 17ª rodada do Brasileirão. Com esse resultado, o time do Peixe permanece na terceira colocação da competição, com 31 pontos. Confira as 5 principais lições que o Santos tirou da partida:

VEJA MAIS:

CONFIRA OS RESULTADOS E A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO BRASILEIRÃO APÓS A 17ª RODADA

GRÊMIO X SANTOS: EMPATE NO SUL; VEJA NOTAS DA EQUIPE SANTISTA

Lucas Lima sozinho no meio de campo: Com a ausência de Vecchio, Lucas Lima ficou isolado no meio sem ter uma boa opção de passe. O volante Alison, que entrou no lugar do argentino, não tem a mesma função do camisa 20 do Peixe. O jovem de 24 anos é mais de marcação do que armação. Sendo assim, na próxima partida o técnico Levir Culpi poderia optar por Rafael Longuine, para que Lucas Lima não fique muito sobrecarregado em armar as jogadas.

Atenção no rebote: Mais uma vez o Santos levou um gol de rebote nesse Brasileirão. Após bela defesa de Vanderlei a zaga santista deixou Fernandinho livre para empatar a partida. Nos próximos jogos o sistema defensivo do Peixe tem que tomar mais cuidado e ficar mais atento e evitar de levar gols desta forma.

Zaga do Santos bem na partida: Mesmo com o gol tomado, a zaga do Peixe fez uma bela partida. David Braz e Lucas Veríssimo tem tido boas atuações desde da chegada de Levir Culpi, e mantêm uma regularidade. A dupla aos poucos tem passado confiança aos torcedores.

Ricardo Oliveira fora de ritmo: O camisa 9 do Peixe não fez uma grande partida neste domingo. Após quase dois meses parado, obviamente o atacante Ricardo Oliveira não estaria com totais condições de jogo. Além disso, a falta de criação no meio de campo santista não ajudou o centroavante.

Chances de título: Mesmo com o empate fora de casa, diante do Grêmio, ainda é pouco para quem pensa em título. São 10 pontos de diferença para o líder. Faltou mais ousadia do técnico santista em buscar o resultado positivo. Entretanto, pelas condições que foi a partida, com desfalques e lesões, não pode se considerar ruim o empate na Arena gremista.