Esportes da mente

Com camisa do River Plate, argentino conquista bracelete do WSOP e fatura mais de R$ 2milhões

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Andrés Korn levou pra casa mais de 2 millhões de reais, além do bracelete, claro

De óculos escuros estilo aviador e camisa do River Plate, o jogador de pôquer Andrés Korn, conhecido como “Cacho”, entrou para um seleto hall de de vencedores. Ele é o segundo argentino da história a conquistar um bracelete de ouro do WSOP. Ao lado dos brasileiros Andre Akkari, Thiago Decano e Alexandre Gomes, Korn se tornou o sétimo jogador sul-americano a conquistar um bracelete.

Com camisa do River Plate e óculos escuros, argentino levou bracelete

“O bracelete pesa demais. Eu nem tava de olho no dinheiro, meu foco principal era o bracelete. Para quem joga pôquer essa é a maior glória, e não se tem muitas chances brigar para conquistar um desses. Não que o dinheiro não seja importante e bem vindo, não é isso. O dinheiro é ótimo, mas meu objetivo principal era o bracelete, e eu conquistei”, contou o argentino.

Antes de Andrés Korn, só Ivan Lucá já tinha conseguido conquistar o bracelete, em 2015. Para conquistar o prêmio de US$ 618.285 – mais de 2 milhões de reais – “Cacho” deixou para trás 623 adversários no Evento #56, o US$ 5.000 NLH.

Andrés Korn levou pra casa mais de 2 millhões de reais, além do bracelete, claro

“Tem sido um bom ano pra mim. Esse é o quinto torneio que eu ganhei esse ano”, lembrou o argentino.

O WSOP de 2017 tem trazido sorte para jogadores sul-americanos. Dias antes de Korn conquistar o bracelete, o venezuelano Joseph Di Rosa Rojas também entrou pra historia ao conquistar a pulseira dourada do Evento #23, o The Maraton.

Confira abaixo a lista de jogadores sul-americanos que já conquistaram o bracelete de ouro do WSOP:

ARGENTINA: Andres Korn – 2017 – Evento #56 ($ 5.000 NLH) – US$ 618.285

VENEZUELA: Joseph Rojas – 2017 – Evento #23 ($ 2.620 The Marathon) – US$ 690.469

URUGUAI: Alex Komaromi – 2015 – Evento #5 (€ 2.200 Mixed Event – WSOP Europe) – € 65.740

BRASIL: Thiago Decano – 2015 – Evento #38 ($ 3.000 NLH) – US$ 546.843

ARGENTINA: Ivan Lucá – 2015 – Evento #30 ($ 1.000 NLH) – US$ 353.391

BRASIL: André Akkari – 2011 – Evento #43 ($1.500 NLH) – US$ 675.117

BRASIL: Alexandre Gomes – 2008 – Evento #48 ($2.000 NLH) – US$ 770.540