Mídia Esportiva

Após insulto ao vivo a Paulo Sant’Ana, Wianey Carlet é demitido da RBS

Publicado às

Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Wianey

Crédito: Foto: Reprodução/Gaúcha

O Grupo RBS comunicou no final da tarde desta segunda-feira a demissão de um dos seus mais antigos funcionários. Wianey Carlet, comentarista da Rádio Gaúcha e colunista do jornal Zero Hora, foi desligado de suas funções após uma enorme polêmica no último sábado, quando, ao vivo na emissora, insultou Paulo Sant’Ana, que morreu há cerca de uma semana por parada cardíaca.

Segundo comunicado oficial emitido pela empresa de mídia, a razão central da demissão é que Wianey “não está mais alinhado ao posicionamento adotado pelos veículos da RBS”. No caso citado acima, o comentarista chegou a dizer que “não sentiu” a morte de Sant’Ana pois o achava “muito filho da p…”.

Paulo Sant’Ana era um tradicional cronista e comentarista do Grupo RBS e ao lado de Wianey dividiu por muitos anos a mesa do Sala de Redação, da Rádio Gaúcha.

A partir desta terça-feira, dia 1°, o espaço em ZH que era ocupado por Wianey será de Pedro Ernesto Denardin, que ganha uma coluna no jornal de maior circulação do Rio Grande do Sul. O Supersábado, programa da Gaúcha, passará a ser ancorado por Fernando Zanuzo ao lado de Andressa Xavier. Já o elenco o Sala de Redação se mantém intacto.

Wianey Carlet deixa a RBS após 22 anos de casa. Neste período, tornou-se um dos principais comentaristas esportivos da empresa, mas também acumulou algumas polêmicas. Em 2009, ele chegou a comparar Taison e Messi em um artigo. Já em 2014, foi duramente criticado pelo técnico colorado Abel Braga em uma entrevista coletiva.

Além da RBS, Wianey teve passagens pelas rádios Sideral, em Getúlio Vargas, Erechim, Difusora (atual Rádio Bandeirantes), Sucesso e Guaíba.

LEIA MAIS:

Comentarista diz ao vivo que “não sentiu” morte de Sant’Ana e gremistas protestam na web

Antes de polêmica, Wianey Carlet bombou com “Taison ou Messi”; relembre

Ao completar 9 anos de Beira-Rio, D’Ale se derrete ao Inter: “Aprendi a te querer’