Futebol

Bandeira fala sobre sucesso do sócio-torcedor e dívida atual do Flamengo

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Flamengo

Crédito: Eduardo Bandeira de Mello - Foto: Getty Images

Se dentro de campo a gestão de Eduardo Bandeira de Mello ainda não conquistou grandes resultados, financeiramente o Flamengo cresceu de forma considerável nos últimos anos. O mandatário equilibrou as contas do clube Rubro-Negro e hoje é junto com o Palmeiras um dos destaques do Brasil nesse quesito.

Para Bandeira, um dos responsáveis para isso é o sócio-torcedor do Flamengo. Com uma das maiores torcidas do mundo, o dirigente afirma que o lucro com o programa ajuda muito as finanças.

“Nosso programa de sócio-torcedor tem todos os associados em dia. Mais de 103 mil. Isso dá um faturamento anual de R$ 40 milhões (…) Pagamos em dia. Objetivo é dar exemplo para eles, que são 40 milhões de torcedores. Com essa quantidade, fica mais fácil até de ter patrocínio. O Flamengo não tem problema com patrocínios”, explicou.

Outro ponto positivo é a diminuição da dívida do Flamengo. Em 2013, o clube da Gávea era um dos maiores devedores do futebol brasileiro. Bandeira deu detalhes com números do faturamento Rubro-Negro.

“A dívida do Flamengo era de R$ 750 milhões, agora reduzimos para R$ 350 milhões. E o nosso faturamento, que era de R$ 250 milhões, foi para R$ 600 milhões. Eu levo a fama, mas existe uma equipe grande competente”, completou.

LEIA MAIS

Presidente do Fla diz qual foi a contratação mais difícil do clube