Futebol

À espera do Palmeiras, Botafogo admite poupar jogadores no Brasileirão

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito da imagem: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Neste final de semana o Botafogo fez o 47º jogo na temporada. O primeiro jogo oficial foi em 25 de janeiro, quando estreou pelo Campeonato Carioca.

Começamos antes de todo mundo por causa da pré Libertadores e teremos que poupar em algum momento. Fizemos isso antes dos jogos contra o Atlético-MG e Nacional-URU. Temos que nos reinventar e fazer rodízio com alguns atletas. Tem que fazer o equilíbrio de forma técnica e física. Não posso reclamar do calendário porque lutamos muito para estar nessas competições, tivemos trabalho árduo para conseguir isso, então estamos felizes, mas em algum momento sentiremos alguma situação física porque somos seres humanos“, comentou o técnico Jair Ventura.

Quinto colocado no Brasileirão em 2016, o Botafogo precisou disputar a Libertadores desde a primeira fase (conhecida como pré Libertadores por ser anterior à fase de grupos). O alvinegro eliminou Colo-Colo, Olimpia, chegou à fase de grupos e se classificou para as oitavas. No início de agosto o time decide a vaga nas quartas de final contra o Nacional-URU. Antes disso, no entanto, há os jogos contra Palmeiras e Atlético-PR.

O Botafogo busca reabilitação no Campeonato Brasileiro, visto que perdeu para o São Paulo por 4 a 3 neste sábado (29). “Houve uma situação física, quando a gente descansou para o jogo do Atlético-MG fomos muito bem. Mas jogamos quarta e sábado, aí os gols decisivos foram nos minutos finais. Victor Luís e Roger pediram para sair por cansaço, Marcos [Vinicius] também sentiu mesmo não tendo jogado a Copa do Brasil. O time foi valente, buscando a vitória. Acreditamos que deveria ter força máxima contra o São Paulo porque precisamos pontuar ainda no Brasileiro“, justificou.

O provável substituto de Roger é Brenner. Artilheiro no Internacional, o atacante estreou contra o São Paulo e deve ganhar mais oportunidades em breve. Para a vaga de Victor Luis o reserva imediato é o lateral esquerdo Gilson, suspenso neste jogo assim como o volante Bruno Silva.

LEIA MAIS:
Botafogo leva três gols em oito minutos, aponta erros e pensa no Palmeiras
Botafogo admite “apagão” após derrota em casa, mas garante: “Não houve relaxamento”
7 torcedores do Botafogo que não se desesperaram com a derrota para o São Paulo
Botafogo 3 x 4 São Paulo: assista aos melhores momentos
Homenagem a Abel Braga marca início Botafogo x São Paulo; torcida presta solidariedade

Último jogo do Botafogo

FICHA TÉCNICA – Botafogo 3 x 4 São Paulo
Local: Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Engenho de Dentro, Rio de Janeiro-RJ
Data e horário: sábado (29), às 16h (de Brasília)
Arbitragem: André Luiz de Freitas Castro, Bruno Raphael Pires, Leone Carvalho Rocha, Marcio Soares Maciel, Roberto Giovanny Oliveira Silva e Breno Veira Sousa
Cartão amarelo: Petros (SAO)
Público e renda: 17.139 (14.016 pagantes) / R$ 528.120,00
Gols: Cueva, aos 17min do 1º tempo, Marcos Guilherme, aos 38 e aos 46 do 2º tempo, e Hernanes, aos 41min do 2º tempo (SAO); Marcos Vinicius, aos 19min e 25min do 1º tempo, e Guilherme, aos 23min do 2º tempo (BOT)
BOTAFOGO – Gatito Fernández, Luis Ricardo, Igor Rabello, Carli e Victor Luis (Victor Lindenberg); Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, João Paulo e Marcos Vinicius (Guilherme); Rodrigo Pimpão e Roger (Brenner). Técnico: Jair Ventura.
SÃO PAULO – Renan Ribeiro, Bruno, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei, Petros (Marcos Guilherme), Hernanes e Cueva; Marcinho (Wellington Nem) e Lucas Pratto (Gilberto). Técnico: Dorival Junior.