Futebol

Botafogo quer conversa com CBF para falar sobre arbitragem

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Botafogo

Crédito: Crédito de imagem: Vitor Silva /Divulgação/Site Oficial do Botafogo

Botafogo x Flamengo será uma das partidas das semifinais da Copa do Brasil. Um jogo que, além da rivalidade, move a chance de uma vaga na grande final. E, por isso, um dos assuntos que devem ser mais discutidos até as datas das partidas será a arbitragem.

O presidente botafoguense, Carlos Eduardo Pereira, disse nesta segunda-feira (31) no sorteio dos mandos de campo das semifinais que quer conversar com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para externar preocupações com o possível árbitro das partidas contra o Rubro-Negro.

“Vou conversar com o pessoal da arbitragem da CBF para que haja um consenso na escolha deste árbitro. Vou falar com o (ex-chefe da Comissão Nacional de Arbitragem) Sérgio Corrêa e com o (atual chefe da Conaf) Coronel Marinho. O Botafogo estará atento e não admitiremos qualquer interferência externa no Nilton Santos”, declarou CEP.

A preocupação do mandatário do Alvinegro tem justificativa em lances polêmicos que teriam ajudado o Flamengo nas últimas partidas. Mais especificamente o pênalti dado ao Santos e depois retirado na partida da Copa do Brasil e o gol legal do Corinthians anulado no último domingo (30).

“A arbitragem é realmente um problema. Realmente estamos muito preocupados com isso, porque nosso adversário vem sendo sistematicamente favorecido pelas arbitragens. São fatos incríveis, os árbitros resolvem refletir depois que marcam os pênaltis, consultam auxiliares que estão distantes do lance. Ontem mesmo, tivemos um gol legal do Corinthians anulado. Isso nos preocupa”, comentou o presidente do Botafogo.

“E não estou acusando nada, só estou falando de fatos. São fatos que ocorrem, documentados em vídeo, fatos públicos e notórios. Não estou fazendo colocação alguma ou responsabilizando alguém por isso. Apenas digo que esses erros ocorrem e não é comum o árbitro voltar atrás depois de marcar pênalti. E isso aconteceu especificamente num jogo do nosso adversário. Então, temos que tomar cuidado com as consequências e as coincidências”, disse.

LEIA MAIS

20 JOGADORES QUE NÃO FIZERAM 7 JOGOS E PODEM MUDAR DE CLUBE NO BRASILEIRÃO

(Crédito de imagem: Vitor Silva /Divulgação/Site Oficial do Botafogo)