Futebol

Brasileirão 2017: veja 10 frases e momentos que marcaram a rodada 17

Publicado às

Colaborador do Torcedores

classificação dos visitantes

Crédito: Foto: Divulgação

A 17ª rodada do Brasileirão ainda não acabou. Teremos nesta segunda Vasco x Atlético-PR, além do jogo entre Fluminense x Ponte Preta no próximo dia 9 de agosto, que foi adiado por conta do falecimento do filho do técnico Abel Braga.

No entanto, o Torcedores.com reuniu aqui 10 frases e momentos que marcaram a 17ª rodada do Brasileirão até aqui, contemplando os oito jogos que aconteceram neste fim de semana.

DESTAQUES

Dos oito jogos, podemos destacar quatro em especial: a virada histórica do São Paulo contra o Botafogo no Engenhão; a vitória do Palmeiras em casa contra o Avaí; além dos empates por 1 a 1 nas partidas Corinthians x Flamengo e Grêmio x Santos.

SÃO PAULO

No caso do Tricolor, o que chama a atenção é o poder de reação que a equipe teve mesmo longe de casa. O Botafogo chegou a estar vencendo por 3 a 1, mas os paulistas buscaram forças e viraram a partida, com direito à gol de Hernanes, que reestreava com a camisa são-paulina.

PALMEIRAS

O Verdão, por sua vez, parece ter conseguido superar a eliminação na Copa do Brasil e a polêmica recente envolvendo o afastamento do volante Felipe Melo. Jogou bem e venceu o Avaí por 2 a 0, gols de Dudu e Deyverson, que colocou Borja no banco e atuou os 90 minutos.

CORINTHIANS X FLAMENGO

No duelo das multidões, na Arena de Itaquera, o Corinthians poderia ter vencido se não fosse a arbitragem. Jô marcou um gol legítimo aos 12 minutos de jogo, mas o árbitro assinalou impedimento que não aconteceu. Ao final do jogo, Diego ainda perdeu um gol feito que quase deu a vitória ao Flamengo – o que teria revoltado ainda mais o time paulista.

GRÊMIO X SANTOS

Já em Porto Alegre, a igualdade no placar deixou Renato Gaúcho “pistola” como diz a gíria da moda. O treinador disparou à imprensa dizendo que o time dele não é um time de freiras, tampouco de padres. E que se for para chegar junto, vai chegar, sempre de forma íntegra, sem deslealdade. A ideia é mostrar quem manda em casa.