Campeão, Di Grassi celebra “melhor dia da carreira”

Publicado às

Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Foto: Audi Sport

Lucas di Grassi considerou este domingo (30) o melhor dia de sua carreira no automobilismo. O piloto da Audi Sport conquistou o título mundial da Fórmula E, ao terminar na sétima colocação a segunda corrida do ePrix de Montreal, prova que encerrou a temporada 2016/2017, e que foi disputada nesta tarde em um circuito montado nas ruas da cidade canadense.

Logo após o final da corrida, Di Grassi agradeceu a todos que estiveram envolvidos de alguma forma na campanha que lhe rendeu o título do mundo na categoria dos carros elétricos. O piloto lembrou ainda de sua trajetória ao longo do campeonato.

“Primeiro, eu queria agradecer a todo mundo que nos ajudou. A toda a equipe, os patrocinadores. A todo mundo que votou em casa no Fan Boost, todo mundo que acompanhou as corridas, tanto pela TV como para quem pode participar”, disse Di Grassi, em entrevista ao canal Fox Sports.

“Foi muita disciplina, muito trabalho. Corri duas etapas com a perna quebrada, sentindo muita dor, mas tudo valeu muito a pena para conquistar esse título para mim e para o Brasil”, seguiu. Posteriormente, o brasileiro lembrou do início da Fórmula E, quando venceu a primeira corrida da categoria.

“Hoje é o melhor dia da minha carreira. Acreditei na Fórmula E desde o primeiro dia porque o mundo, incluindo o esporte a motor, está mudando. Três anos atrás, nós vencemos a primeira corrida da história da Fórmula E. Agora, finalmente, conquistamos o título”, antes de exaltar sua equipe.

“A equipe ABT, a Schaeffler e a Audi Sport desempenharam um trabalho perfeito. Aqui em Montreal, na melhor pista que a Fórmula E já construiu, nós éramos rápidos desde o início”, completou o piloto, que se tornou o segundo brasileiro a vencer o campeonato dos carros elétricos.

Foto: Audi Sport