MMA

Cris Cyborg desabafa: “o cinturão veio no momento certo, estou no auge”

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Reprodução/Twitter

Uma luta épica que marcou a carreira de uma das mais importantes atletas das artes marciais mistas da atualidade. Cris Cyborg tem muito para mostrar no octógono do UFC.

Despois da inesquecível noite do UFC 214, em Anaheim, na Califórnia, os atletas passaram pela coletiva de imprensa após o evento. Assunto não faltou para as lutas que envolviam as disputas pelo cinturão. Jon Jones recupera o posto de campeão da categoria dos meios pesados depois de dois anos, contra seu maior rival, Daniel Cormier. Tyron Woodley mantém o cinturão na categoria peso-meio-médio, mas é vaiado pela luta morna que promoveu contra o brasileiro Demian Maia. Mas na categoria feminina do Ultimate, sobrou aplausos e elogio para o duelo entre Cris Cyborg e Tonya Evinger. No terceiro round, com muita técnica a brasileira finalizou Evinger e trouxe o cinturão para casa. Na coletiva, a estrela da noite disparou sobre o título de campeã, “o cinturão veio no momento certo, estou no auge”.

Cris ainda falou durante a entrevista que está pronta para lutar com qualquer atleta que o UFC quiser. Isto porque, já se fala na possibilidade de que a próxima luta da brasileira seja com a lutadora americana Holly Holm, que estava assistindo ao UFC 214 ao vivo na arena Honda Center. Na coletiva de imprensa, Dana White afirmou, “Holly Holm está interessada em lutar com Cyborg, eu gosto muito (da luta)”, aprovando o possível confronto das atletas.

Cyborg estava tão tranquila com o cinturão que afirmou em entrevista para o canal BT Sport “eu trabalhei muito duro para esta oportunidade, chegou no momento perfeito”. A atleta estava feliz pela sua evolução dentro do octógono e disse que pôde mostrar melhor seu jogo. Ela disse que está em sua melhor forma e que pode conectar mais seus golpes, que entraram cada vez mais na adversária, mostrando que os treinamentos estão cada vez mais funcionando, e surtindo efeito dentro do octógono contra as adversárias.

Confira a entrevista da campeã Cris Cyborg na íntegra: