Futebol

Com tempos distintos, Flamengo espanta a friaca e goleia Palestino no Chile

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito: Staff Images/Site oficial do Flamengo

Este duelo cheio de gols e de viradas no placar foi bem interessante e legal de se fazer apostas esportivas, não foi? Agora é a hora de checarmos juntos os palpites e os lucros no Oddsshark.com/br.

Que reviravolta!

Jogando no frio e com um time mesclado entre jogadores titulares e reservas, o Flamengo fez na noite de quarta-feira (5) a sua primeira partida válida pela disputa da segunda fase da Copa Sul-Americana 2017 diante do Palestino, em Santiago, capital do Chile. O encontro aconteceu no Estádio San Carlos de Apoquindo, casa da tradicional Universidad Católica. O clube da Gávea retorna para a cidade do Rio de Janeiro com um placar de 5 a 2 a seu favor na bagagem. Os gols foram anotados por Romo e Vidal para o time da colônia do país árabe. Réver, Berrío, Leandro Damião, Rafael Vaz e Everton Ribeiro fizeram para os visitantes.

De início, o treinador Zé Ricardo optou por escalar os seguintes atletas: Thiago, Rodney, Réver, Rafael Vaz, Renê, Cuéllar, Everton Ribeiro, Everton, Willian Arão, Berrío e Leandro Damião. Diego, Guerrero, Rodolpho, Trauco, Conca e Pará ficaram no Brasil se poupando e fazendo a preparação para o clássico do próximo sábado (8), às 18h (horário de Brasília), contra o grande arquirrival Vasco da Gama no Estádio de São Januário pelo Campeonato Brasileiro da Série A.

Os cariocas começaram o duelo de maneira ofensiva e partindo com tudo para cima dos chilenos, mostrando personalidade e tendo a posse de bola. Parecia que os brasileiros jogavam diante de seus torcedores. Talvez a superioridade possa ser explicada pelo fato de o time mandante ainda estar em processo de pré-temporada, já que vem se preparando para o próximo campeonato nacional.

Somente aos 28 minutos os donos da casa fizeram um ataque mais incisivo pela lateral direita, conseguindo um escanteio, mas que no fim da jogada não deu em nada. Era apenas um sinal de reação, aproveitando que os flamenguistas tinham diminuído o ritmo. Acredite, isso foi tudo que foi possível relatar do primeiro tempo deste confronto. Com o baixo nível técnico demonstrado dentro das quatro linhas, alinhado ao intenso frio, acho difícil os torcedores não terem ficado com um baita sono nas arquibancadas e nos sofás de casa.

No recomeço da partida, Carmona entrou no lugar de Sebastián Pinto, que jogou no Santos no ano de 2008. O Rubro-Negro preferiu não fazer nenhuma alteração na escalação. A alegria brasileira veio logo aos dois minutos de maneira inusitada. Após cobrança de falta do lado esquerdo a bola bateu no zagueiro capitão Réver e entrou. No entanto, a alegria do Urubu não durou muito. Mais precisamente quatro minutos. Romo aproveitou que a bola sobrou da rebatida de uma falta e da entrada da área mandou o petardo para o gol de Thiago, que nada pode fazer. 1 a 1.

Se antes o jogo dava sono, ele embalou e ganhou um ritmo mais intenso e mais frenético. Melhor assim, não é? Só que o caldo engrossou legal para o “Mais Querido”. Bola cruzada no primeiro pau, os visitantes tentaram fazer a linha de impedimento, tiveram uma furada bisonha e Vidal – que não é o da seleção chilena e muito menos o do Bayern de Munique, da Alemanha – empurrou para o fundo da rede. Mas a partida não acalmava, não. No ataque seguinte do time do Rio a bola ficou presa na grande área parecendo pelada de várzea e Berrío conseguiu empatar novamente. Estava anotando aí, amigo? Então teve que continuar e sem poder piscar, pois o contestado Leandro Damião, de letra, depois de um cruzamento de Everton colocou a sua equipe na frente do marcador mais uma vez. 3 a 2. Ufa! Haja fôlego.

Aos 35 minutos, o Flamengo aproveitou para dar uma ampliada na vantagem graças ao zagueiro Rafael Vaz, que de cabeça marcou em cobrança de escanteio. Antes, a bola não foi finalizada com êxito por Leandro Damião. 4 a 2. Se você me permite um comentário: que zaga ruim esta do Palestino, hein! Praticamente toda bola em sua área saía um gol vermelho e preto. Para você que pensou que já tinha acabado a chuva de gols, se enganou profundamente. Everton Ribeiro sofreu pênalti sete minutos depois e, com a bola no braço, ele disse aos companheiros que iria bater. Pedido prontamente atendido. Na cobrança com estilo, a bola tocou a rede. Estava enfim decretado o placar final de 5 a 2.

De acordo com o Oddsshark.com/br, a bela e emocionante vitória flamenguista rendeu aos apostadores R$ 1,62 por 1. Para a próxima partida, o Palestino se quiser ficar com a vaga terá que vencer por quaro gols de diferença e não levar nenhum. Bem difícil. O jogo será no dia 9 de agosto. O vencedor deste duelo pegará o Defensa Y Justicia, da Argentina, ou a Chapecoense. No jogo inicial, em Buenos Aires, o time da casa venceu por 1 a 0.

Lembrando que na Copa Sul-Americana do ano passado o Flamengo fez 1 a 0 sobre o Palestino no Chile e no Espírito Santo acabou sendo eliminado ao perder 2 a 1.

Confira os jogos da Copa Sul-Americana desta semana no Torcedores:

Quarta-feira (5 de julho)

21h45 – Palestino (CHI) (R$ 5,50) 2 x 5 (R$ 1,62) Flamengo (BRA). Empate: R$ 3,75

Quinta-feira (6 de julho)

21h45 – Sport (BRA) (R$ 1,53) x (R$ 6,50) Arsenal de Sarandí (ARG). Empate: R$ 3,80