Futebol

Comentaristas avaliam missão do Palmeiras na Libertadores como a mais difícil entre brasileiros

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Flamengo

Crédito: Reprodução/Internet

A noite desta quarta-feira (5) reservou muitas emoções para os brasileiros que disputam a Libertadores. Atlético-MG, Atlético-PR e Palmeiras saíram derrotados e terão partidas complicadas na volta das oitavas de final, entretanto para os comentaristas do programa Linha de Passe, da ESPN, os paulistas possuem a missão mais difícil entre os três.

Enquanto o Atlético-PR perdeu em casa contra o Santos por 3 a 2, Atlético-MG e Palmeiras perderam fora de casa por 1 a 0 para o Jorge Wilstermann e Barcelona-EQU, respectivamente.

LEIA MAIS: Barcelona-EQU x Palmeiras: veja o gol do jogo

Gian Oddi, Mauro Cezar e Arnaldo Ribeiro concordaram que a partida de volta no Allianz Parque entre Palmeiras e Barcelona-EQU pela Libertadores será muito complicada para os mandantes pela qualidade do adversário.

“Eu estava vendo os números aqui e como foi o jogo em São Paulo entre Palmeiras e Jorge Wilstermann? Time visitante fechado e com gol no final. Diferente do Barcelona-EQU contra o Botafogo (…) O Botafogo foi para o jogo e em jogadas muito rápidas o Barcelona fez 2 a 0. Como será o Palmeiras? Claro que vai para cima. Então eu acho que o jogo do Palmeiras é mais perigoso, porque é um time melhor e tem mais recursos para incomodar o Palmeiras”, explicou Mauro Cezar.

Arnaldo exaltou o contra-ataque dos equatorianos como principal problema para o time de Cuca. “Gostei da primeira fase do Barcelona e do Jorge Wilstermann, mas eu vejo o time do equador mais forte. O Palmeiras até já enfrentou o Jorge Wilstermann e teve muitas dificuldades. Vejo a missão do Palmeiras mais complexa pela qualidade do adversário que mostrou um ótimo contra-ataque, com muita força física e bons jogadores. Já mostrou na primeira fase contra o Botafogo.”

Gian Oddi também complementou o pensamento de Arnaldo e citou o histórico do Barcelona-EQU jogando fora de casa. “Para mim não existe dúvida nenhuma que a missão do Palmeiras é mais difícil pelo que vem fazendo o seu adversário. O Barcelona ganhou do Botafogo e do Estudiantes fora de casa, perdeu para esses times dentro de casa, o que demonstra que a velocidade faz com que ele vá muito bem como visitante”, disse.