Futebol

Opinião: Corinthians bate recorde de público e conquista ”título simbólico” no empate contra o Flamengo

Publicado às

Especialista em Futebol Italiano e Basquete no Torcedores.com.

Corinthians escalado por Fábio Carille

Crédito: Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Nem tudo foi ruim. A torcida compareceu em peso na Arena Corinthians, e de quebra, a equipe conquistou um ”título simbólico” neste domingo.

O torcedor corintiano saiu reclamando, com razão, da arbitragem. Foi um erro escandaloso o gol mal anulado pelo Jô, no começo do jogo. Neste empate em 1 a 1 com o Flamengo, neste domingo, porém, nem tudo foi ruim para o Corinthians. O clube bateu o seu recorde de público no Brasileirão e ainda conquistou o ”título simbólico” de campeão do primeiro turno da competição nacional.

LEIA MAIS: DIRETORIA DO CORINTHIANS TEME QUE A VANTAGEM NA LIDERANÇA FAÇA COM QUE OS ÁRBITROS PREJUDIQUEM O TIME NO BRASILEIRÃO

Nem precisa dizer que a torcida compareceu em peso. No confronto válido pela 17ª rodada do Brasileirão, o público pagante foi de 44.682 torcedores. Este é o terceiro maior público da competição nacional, fica só atrás de São Paulo 1 x 1 Grêmio, no Morumbi (51.511 pagantes) e Grêmio 0 x 1 Corinthians, na Arena Grêmio (50.116 pagantes).

Esse apoio foi importante, principalmente no primeiro tempo, quando o time da casa encurralou os cariocas. Se não fosse a atuação ruim da arbitragem mineira, os paulistas poderiam ter saído do primeiro tempo com uma vantagem maior, talvez por dois ou três gols de diferença.

Além dessa questão da arbitragem, outro fator que contribuiu para a reação rubro-negra foi o recuo do Corinthians no segundo tempo. Isso é extremamente perigoso contra um time tão qualificado do meio para a frente como o Flamengo.

O que mais impressiona, é que mesmo sendo prejudicado, o Corinthians foi campeão, com duas rodadas de antecedência, do primeiro turno do Brasileirão. A conquista simbólica foi garantida após o empate em 1 a 1 entre Grêmio e Santos. Ainda tem muito campeonato pela frente, mas do jeito que está vai ser difícil tirar o título dos paulistas. Primeiro porque o time falha pouco, e mesmo quando os comandados de Carille tropeçam, os adversários decepcionam. Desta forma, a vantagem continua estável. Atualmente ela é de oito pontos, ou seja, está tudo do jeito, ou quase tudo, que o Corinthians quer.