Futebol

Diego Alves crê que Flamengo merecia vitória em Itaquera: “Nossa atuação foi espetacular”

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Gilvan de Souza/Flamengo

O Flamengo fez um bom em jogo, na Arena Corinthians, e empatou por 1 a 1 com o líder Timão, neste domingo, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado fez com que o Rubro-Negro mantivesse a diferença de 12 pontos na classificação, porém agora em quinto lugar, já que o Palmeiras leva a melhor no número de vitórias (9 a 7).

LEIA TAMBÉM:
1ª BATALHA: Ederson tem alta após cirurgia bem-sucedida de retirada de tumor

Apesar de jogar contra o Corinthians, fora de casa, o sentimento do lado flamenguista foi que o placar poderia ter sido melhor, principalmente pelo domínio total no segundo tempo. Além do gol do capitão Réver, os cariocas também tiveram grandes chances com Diego, Juan e outra “espanada” do próprio zagueiro corintiano Pedro Henrique (bola bateu na trave).

Estreante do dia, o goleiro Diego Alves admitiu um gosto amargo de ter perdido a chance de quebrar a invencibilidade do rival, que ainda não perdeu no Brasileirão.

“Pelos dois tempos que o Flamengo fez, acho que a gente merecia a vitória. O Corinthians chegou em uma bola em um contra-ataque, da maneira que eles jogam e conseguiu fazer um gol em um erro nosso de posse de bola. Quando é assim, é um gosto um pouco amargo, mas estou feliz, porque os jogadores correram, brigaram e honraram a camisa. Foi uma atuação perfeita nossa”, avaliou o camisa 1 em entrevista ao Premiere FC.

AUTO-AVALIAÇÃO

Em sua estreia, Diego foi pouco acionado. Apesar do gol no primeiro tempo, o Corinthians não chutou muito e somente nos últimos minutos da partida o goleiro precisou trabalhar de novo, ao defender o chute de Jô. Após o jogo, Diego falou sobre a sua estreia.

“Eu sempre gosto de enfrentar as oportunidades. A oportunidade era essa. Eu tenho muito tempo no futebol, uma bagagem grande e sei que, num jogo desse tamanho, você pode sair bem ou sair mal. Mas eu acredito que essa volta ao Brasil era uma coisa que eu pensei e sonhei. Hoje eu queria a vitória, mas muito feliz por poder voltar”, finalizou.

Na próxima quarta-feira, o Flamengo joga novamente fora de casa, dessa vez contra o Santos, no Pacaembu, às 21h45 (horário de Brasília). O Peixe é o terceiro colocado do Brasileirão com 30 pontos e joga ainda neste domingo contra o Grêmio, em Porto Alegre.