Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Diretor do River Plate abre o jogo sobre situação de Arturo Mina

O diretor de futebol do River Plate, Enzo Francescoli, que foi ídolo do clube como jogador, conversou com a emissora de televisão TyC Sports, e abriu o jogo sobre a situação do zagueiro equatoriano Arturo Mina, que não viajou com o time para os Estados Unidos, onde acontece a pré-temporada.

Luiz Felipe Longo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Divulgação/River Plate

“Se há 30 jogadores que vieram e um que não, alguém não entendeu…Pode acontecer, não é tão grave. Vem 24 horas depois e treina. Por uma questão de logística, os jogadores que estão em negociações ficaram em Buenos Aires. Arturo Mina e seu representante decidiram onde ir”, afirmou.

LEIA MAIS:
ZAGUEIRO DO RIVER TEM FUTURO INCERTO NO CLUBE: “NINGUÉM ME COMUNICOU NADA”
MILTON CASCO ASSINA RENOVAÇÃO DE CONTRATO COM O RIVER PLATE

“A ideia é que se transfira para que possa jogar, como foi solicitado por ele, e no River não teria lugar. Está muito próximo do Cerro Porteño (do Paraguai). (Matías) Patanian (vice-presidente) está à frente das negociações”, completou o dirigente dos Millonarios.

Arturo Mina chegou ao time da Argentina em meados do ano passado depois de se destacar pelo Independiente Del Valle, do Equador, no vice-campeonato da Copa Libertadores da América. O zagueiro havia falado em ‘falta de motivação’ quando o treinador do River Plate, Marcello Gallardo, avisou que o jogador não receberia chances.

O defensor não viajou com o restante da delegação para Orlando, na Flórida, onde o time realiza a pré-temporada. Em entrevista à própria TyC Sports, Mina revelou que estava no Equador, seu país de origem, e que o River Plate não havia comunicado nada sobre seu destino na agremiação.