Futebol

Empresário indica que Pedro Rocha é o jogador mais visado no Grêmio

Publicado às

Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Grêmio

Foto: Pedro Rocha

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Nada de Luan, Arthur ou Geromel. O jogador do Grêmio mais visado pelo mercado externo neste momento é o atacante Pedro Rocha. De acordo com o seu empresário, Hamilton Bernard, que concedeu entrevista à Rádio Gre-Nal nesta quarta-feira, cerca de 7 clubes já o procuraram buscando informações para eventualmente fazerem uma proposta de compra.

“Tirando os clubes da Europa, eu estou tratando com clubes do México. São aproximadamente 7 clubes que me procuraram”, informou Bernard, que completou: “Nenhum clube vai contratar um atleta que não está bem, é certo fazer um bom negócio quando o clube está em bom momento”.

LEIA MAIS:

Alex indica mágoa após saída do Inter: “Ninguém merece passar o que eu passei”

Sincero, Douglas diz que deve voltar como reserva: “No momento, não tenho vaga”

Sevilla, Bétis, Monaco, Olympique, um grupo alemão e times do México são os interessados em Pedro Rocha, que atravessa uma grande fase. Herói do título da Copa do Brasil de 2016 com dois gols no jogo de ida da final contra o Atlético-MG, o atacante seguiu como titular na virada de ano e, nesta terça, na vitória por 1×0 sobre o Godoy Cruz na Libertadores, chegou à décima assistência na temporada, empatando com Luan.

Tanto o empresário como o Grêmio garantem que nesse momento não há proposta concreta de nenhum clube, mas é provável que ela aconteça. Antes do jogo de terça-feira, o próprio presidente Romildo Bolzan admitiu a possibilidade de perder jogadores na janela de agosto.

“Se chegar uma proposta de fato interessante e oficial, nós vamos conversar. Esperamos uma proposta concreta”, comentou o agente. “A vontade do jogador é respeitada. O Pedro Rocha está feliz no Grêmio e acredito que o clube também esteja”.

Pedro Rocha, 22 anos, tem contrato com o Grêmio até 2019 e não deve ser negociado por menos de 9 milhões de euros. Segundo o empresário, duas propostas por cerca de metade desse valor foram rejeitadas na temporada passada.