Futebol

Ex-Palmeiras lembra situação inusitada com Luxemburgo: “Ele era estranho”

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Lopes - Luxemburgo

Crédito: Divulgacao

O atacante Lopes, ex-Palmeiras e artilheiro da Libertadores da América de 2001, foi o entrevistado do UOL Esporte deste domingo e, dentre muitos assuntos, o jogador falou sobre o primeiro rebaixamento do Verdão em 2002 e relembrou um fato tanto curioso vivido com o técnico Vanderlei Luxemburgo, hoje no Sport.

Lopes se sentiu injustiçado com a queda do time para a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro. Na sua visão, por ser talvez o principal nome daquela equipe, a maioria das críticas acabaram sendo direcionadas a ele.

LEIA MAIS:

EX-PALMEIRAS, LOPES FAZ REVELAÇÕES SOBRE POLÊMICA DO DOPING POR USO DE COCAÍNA

Na verdade, me crucificaram como se eu tivesse rebaixado o Palmeiras. Por eu estar em maior destaque na época eu passei como o culpado, mas eu acredito que não e vou explicar porque: se você pesquisar o ano todo de 2002, se não me engano eu joguei quatro, cinco jogos no Brasileiro… Eu ia para a seleção de 2002, o Felipão na época falou isso… Teve um Palmeiras e Grêmio lá em Porto Alegre e, chegando lá, ele falou: você vai ser convocado, mas fica tranquilo aí’, e eu falei: ‘tudo bem, pode deixar que eu vou ficar calmo’. No jogo contra o Asa de Arapiraca, pela Copa do Brasil, eu machuquei o joelho e depois daquele dia eu não joguei mais. Eu fui operar – o Alex contou tudo isso no livro dele, a história que o Vanderlei [Luxemburgo] me levou para um bruxo, eu dou muita risada sobre isso – e depois no segundo jogo, no Palestra Itália, perdemos por 2 a 1 e fomos eliminados“, explica Lopes.

Com bom humor, ele detalha a experiência inusitada que acabou não dando nenhum resultado. Segundo ele, ao espalhar o “causo” dentro do clube, Luxa não gostou muito.

Depois do primeiro jogo eu volto para São Paulo e no dia seguinte o Luxemburgo pediu para eu fazer essa operação com o bruxo que era amigo dele, e fomos lá, e eu acabei fazendo a operação no joelho; não adiantou nada essa questão do bruxo, o Vanderlei era muito estranho [risos]… Eu sei que a casa do bruxo era muito escura, enfim… Aí eu perdi a chance de ir para a seleção brasileira em 2002, era para eu ficar um mês e eu fiquei três meses recuperando o joelho… Aí o Vanderlei ficou meio bravo comigo porque eu contei essa história lá no clube para todo mundo [risos], e o Alex também contou, mas ele ficou bravo comigo [risos]“, lembra.

Hoje aos 38 anos, Lopes defende as cores do Volta Redonda e já adiantou que pretende se aposentar no fim desta temporada.