Automobilismo

F1: Hamilton lidera primeiro treino livre na Áustria

Publicado às

Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Foto: Getty Images

Lewis Hamilton foi o piloto mais veloz do primeiro treino livre para a disputa do Grande Prêmio da Áustria, nona etapa da temporada da Fórmula 1. O inglês foi o único piloto a quebrar a barreira de 1min06s no Red Bull Ring, e completou sua melhor volta em 1min05s975, utilizando os pneus macios, os mais duros do final de semana, em sua Mercedes.

A segunda colocação ficou com Max Verstappen, da Red Bull, que acabou superado em dois décimos por Hamilton. Valtteri Bottas, com a outra Mercedes, terminou a atividade com o terceiro tempo, e foi seguido por Sebastian Vettel, da Ferrari; Daniel Ricciardo, companheiro de Verstappen na Red Bull, terminou a sessão com o quinto tempo.

Kimi Räikkönen se colocou na sexta posição com a Ferrari, enquanto Stoffel Vandoorne foi a grande surpresa da sessão que abriu os trabalhos da Fórmula 1 na Áustria, ao colocar a McLaren na sétima posição. Daniil Kvyat foi o oitavo com a Toro Rosso, deixando Fernando Alonso, da McLaren, em nono. O grupo dos dez primeiros ainda contou com Esteban Ocon, da Force India. Felipe Massa terminou com o 11º tempo com a Williams.

A atividade foi marcada por diversas escapadas da pista, sobretudo na primeira curva do circuito de Spielberg. Kimi Räikkönen, Sebastian Vettel, Valtteri Bottas foram alguns dos pilotos que rodaram ao longo da sessão, assim como Carlos Sainz e Daniil Kvyat. Max Verstappen chegou a acertar a roda traseira na barreira de proteção, enquanto Romain Grosjean teve um pneu furado.

O segundo treino livre do dia acontece a partir das 9h, pelo horário de Brasília. O Grande Prêmio da Áustria de Fórmula 1 está marcado para o domingo (9), com largada marcada também para 9h.

Confira como foi o primeiro treino livre

A primeira sessão de treinos do final de semana foi aberta com os pilotos fazendo suas primeiras voltas de instalação no Red Bull Ring. O primeiro a marcar tempo foi Max Verstappen, que partiu à pista com os pneus macios e marcou 1min09s481. O piloto da Red Bull melhorou após três voltas ao registrar 1min08s429.

Depois de alguns minutos sem ninguém na pista, a Williams liberou Lance Stroll para suas primeiras voltas rápidas, atitude seguida pela Force India com Esteban Ocon. A primeira bandeira amarela localizada do treino surgiu por conta de Kimi Räikkönen, que passou reto na primeira curva do traçado austríaco com sua Ferrari.

A Mercedes mandou seus dois pilotos ao circuito e viu, primeiro Valtteri Bottas, e depois Lewis Hamilton, tomarem a ponta da folha de tempos, com o inglês marcando 1min07s469 com os pneus ultramacios. Sebastian Vettel subiu para o terceiro lugar em sua primeira volta, mas rodou após atacar a zebra da primeira curva no giro seguinte.

Bottas abriu a segunda meia hora da atividade na primeira posição da classificação, depois de marcar 1min06s845. Na sequência, Vettel tomou a liderança, mesmo usando os compostos supermacios em sua Ferrari, mas acabou superado alguns segundos depois por Hamilton, que cravou 1min06s526, com os pneus de banda roxa.

Max Verstappen escapou da pista e bateu contra a barreira de proteção, sendo obrigado a levar sua Red Bull aos boxes. Felipe Massa avançou ao sétimo posto com a Williams, mas acabou superado por Stoffel Vandoorne, da McLaren, que tem neste final de semana um motor atualizado pela Honda. Räikkönen, por sua vez, avançou ao quarto lugar.

Após alguns minutos sem atividade na pista, Stroll retornou à pista, enquanto Massa avançou ao sétimo posto no complemento da primeira hora da sessão, momento em que Bottas, com os pneus supermacios, marcou 1min06s345. Daniel Ricciardo pulou para a quarta posição, deixando Raikkönen em quinto. Um pouco depois, o australiano foi para o terceiro lugar.

Carlos Sainz e Daniil Kvyat, companheiros de Toro Rosso, rodaram em pontos distintos do circuito, enquanto Romain Grosjean teve o pneu dianteiro esquerdo de sua Haas furado. Quem surpreendeu foi Vandoorne, que subiu para a quinta posição com a McLaren. Na sequência, Bottas também cometeu um erro na curva 1 e rodou.

Usando os pneus macios, os mais duros do final de semana, Lewis Hamilton tomou o primeiro lugar da folha de tempos ao registrar 1min05s975. Räikkönen subiu para o quinto lugar ao superar o tempo obtido por Vandoorne.

Nos dez minutos finais da atividade, Verstappen se colocou na terceira colocação, enquanto Massa pediu para voltar aos boxes após atacar a zebra com muita força. O holandês da Red Bull ainda teve tempo para avançar ao segundo lugar, ficando atrás apenas de Lewis Hamilton.

Foto: Getty Images