F1: Ricciardo critica Verstappen e o chama de imaturo; piloto holandês se desculpa

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Red Bull F1

Crédito: Twitter oficial da Fórmula 1

O clima de paz dentro da Red Bull Racing pode ter chegado ao fim neste domingo, durante o GP da Hungria de F1: após a largada, os dois pilotos da equipe disputaram a quarta posição na pista, e Daniel Ricciardo acabou levando a pior, após ter sido atingido justamente por seu companheiro de equipe, Max Verstappen, e dando adeus a prova.

Famoso por seu sorriso, desta vez, Daniel Ricciardo não teve motivos para sorrir após o GP da Hungria: o australiano abandonou na primeira volta, após seu carro ter sido atingido na lateral justamente por seu companheiro de equipe, Max Verstappen.

Por conta deste acidente, Ricciardo ficou fora da prova, enquanto Verstappen acabou recebendo uma punição de dez segundos, e terminou a prova em Hungaroring na quinta posição. E após a prova, o australiano não poupou o companheiro de equipe das criticas:

“Nunca haveria uma ultrapassagem ali. Foi apenas um erro. De forma alguma haveria espaço, porque Valtteri estava cobrindo o espaço de dentro”, garantiu Daniel Ricciardo sobre o momento em que os dois pilotos da Red Bull bateram.

Por fim, Ricciardo deixou claro que o acidente não correu por inexperiência de Verstappen, e sim “imaturidade” do jovem holandês: “Isso soa legal demais. Não é essa a palavra – provavelmente é ‘imaturidade’. É frustrante que tudo tenha se acabado em apenas duas curvas. Eu gostaria de ter podido correr hoje, e isso não poderia acontecer.”

Já Max Verstappen afirmou que jamais teve a intenção de atingir o carro de seu companheiro de equipe, e pediu desculpas pelo ocorrido: “Claro que não foi o que eu queria. Acho que tudo começou na Curva 1. A largada foi boa, mas fui espremido por Bottas e perdi velocidade. Estávamos lutando por uma posição na Curva 2, então freamos tarde  Tentei me manter por dentro, mas travei pneus e, infelizmente, toquei Daniel no ponto mais frágil do carro, na lateral.”

“Não foi minha intenção atingir ninguém, especialmente meu companheiro de equipe, sobretudo com o relacionamento que tenho com Daniel – que sempre foi bom, já que sempre damos risada”, concluiu Max Verstappen. Mas apesar das afirmações do piloto holandês, o clima na Red Bull já foi melhor…

LEIA MAIS:
F1 2017: CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO MUNDIAL DE PILOTOS APÓS O GP DA HUNGRIA
HAMILTON COMENTA SOBRE O JOGO DE EQUIPE E DEIXA O FAIR PLAY PREVALECER: “CUMPRO MINHA PALAVRA”