Futebol

Dirigente define planejamento do Fluminense para repor saída de jogadores

Publicado às

Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com

Fluminense

Crédito: Fernando Veiga(E) ao lado de Pedro Abad. Foto: Nelson Perez/Fluminense FC

Durante entrevista ao jornal O Globo, o vice-presidente Fernando Veiga definiu o planejamento do Fluminense para repor saída de atletas nesta janela de transferência em 2017. Mesmo com os problemas financeiros, o dirigente confirmou que mapeia as principais posições que o clube pode perder jogadores.

“Vamos conseguir? Não sei. Porque podemos esbarrar na questão financeira. Hoje, todo mundo quer salário alto. Mas temos mapeado as posições em que podemos perder jogadores. E vamos atacar”, disse o vice-de futebol Fernando Veiga.

LEIA MAIS:
REFORÇO E BRASILEIRÃO! VEJA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO CRUZEIRO QUE BOMBARAM NESTA QUARTA-FEIRA
PALMEIRAS PERDE PARA O BARCELONA-EQU; VEJA AS NOTAS DOS JOGADORES
ALEXANDRE GAMA REVELA SONHO DE COMANDAR O FLU:”QUERO AJUDAR O CLUBE DE ALGUMA MANEIRA”

Questionado sobre o perfil monitorado pela diretoria, Fernando Veiga detalhou: “Nossa ideia é, caso preciso, repôr dentro do perfil jovem, de potencial e que caiba no orçamento. Jamais vamos contratar um medalhão com mais de 30 anos”, completou.

No duelo diante da Chapecoense na segunda-feira, o Fluminense não contou com o atacante Henrique Dourado, que se recupera de um edema no púbis e seu retorno diante do Bahia ainda é incerta. Questionado sobre a possível presença, o técnico Abel Braga falou sobre o assunto durante coletiva de imprensa.

“Se (o jogo contra a Chapecoense) fosse decisivo, ele até iria atuar. Mas como é púbis, agrava. Vamos esperar a reação dele no treinamento”, completou.