Gabriel Medina classifica e Filipinho tem bateria paralisada por tubarão

Gabriel Medina avança de fase na etapa sul-africana do Mundial de Surfe após desbancar o australiano Owen Wright e o algoz do Mineirinho, o francês Joan Duru.

Viviane Tavares
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Instagram Gabriel Medina

O garoto de Maresias vem fazendo uma boa atuação em Jeffreys Bay, conquistando aplausos da torcida presente na praia da África do Sul. Em dia ruim para os brasileiros Mineirinho, Caio Ibelli, Jadson André e Italo Ferreira eliminados da etapa, Medina deu show.

LEIA MAIS:BATERIA NO MUNDIAL DE SURFE É PARALISADA POR PRESENÇA DE TUBARÃOCANDIDATO AO TÍTULO, MINEIRINHO DÁ ADEUS A J-BAY. OUTROS BRASILEIROS TAMBÉM DEIXAM A COMPETIÇÃOKELLY SLATER SAI DE AMBULÂNCIA APÓS SE MACHUCAR NO TREINO EM J-BAY

O brasileiro foi o primeiro surfista a se classificar para as quartas de final da etapa, após iniciar a bateria com nota 9.07. No final, Gabriel conquistou 9.67 e somou 18.74, sem chances para Joan Duru que totalizou 16.07 e Owen Wright com 13.10 somados.

Nessa fase da competição, nenhum atleta é eliminado. Com isso, o francês e o australiano, disputarão a repescagem.

Outro brasileiro na disputa, é Filipe Toledo. O surfista de Ubatuba teve sua bateria paralisada após o surgimento de um tubarão bem próximo ao local da competição. Rapidamente os surfistas foram retirados da água e a competição foi remarcada para amanhã (19).

A bateria entre Filipe Toledo, Julian Wilson e Jordy Smith, será avaliada as condições para definir se continua de onde parou (faltava cerca de seis muntos para finalizar), ou inicia novamente.