Futebol

Após drama pessoal, Mario Götze confirma que está voltando aos gramados

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Facebook Germany Football Team - Die Mannschaft

Herói da Alemanha ao marcar o gol do título da Copa do Mundo de 2014, o meio campista Mario Götze passou por um verdadeiro drama ao ter problema metabólico constatado e correr o risco de se aposentar. No entanto, em postagem nas redes sociais, ele confirmou que vai voltar aos gramados.

“Devido à um problema metabólico, estava impossibilitado de jogar futebol. Durante os últimos meses, eu passei por um tratamento bem-sucedido e estou de volta agora. Amanhã, começo o terceiro estágio do meu programa de recuperação. Isso significa que vou completar o teste de desempenho e começar a treinar com o time em breve”, escreveu.

LEIA MAIS:
GOTZE É AFASTADO DO BORUSSIA POR “DISTÚRBIOS METABÓLICOS”
MARIO GÖTZE PODE ENCERRAR CARREIRA AOS 24 ANOS

Ainda na publicação, Götze aproveitou para dizer que estava bastante animado com a volta e parabenizou seus colegas de Borussia Dortmund pela conquista da Copa da Alemanha e também os de Alemanha pela Copa das Confederações e Eurocopa sub-21, além de desejar sucesso à seleção sub-19 e agradecer aos torcedores, time, médicos, preparador físico e familiares.

Hello everyone, due to a metabolic disorder, I was unable to play football lately. During the last few months I have gone through a successful treatment and I am back on track now. Tomorrow I will start with the 3rd stage of my recovery program. This means I will complete the performance test and begin training with the team soon. I am more than excited to be back in the stadium and on the training ground again. A few important things for you to know: First, I am very proud of my BVB teammates and I am so happy they took home the DFB Cup. The pictures of all of you, the fans, celebrating in the city reminded me of my first victories with the club. Second, I would like to congratulate my teammates of the German national team for winning the Confed Cup as well as the German U21 for their victory at the European Championships. I am extremely proud to be a member of the team and of the DFB. I would also like to wish my younger brother success on the U19 national team. I’ll keep my fingers crossed for you!! Last but not least, I would like to give a big thanks to all of my fans. You all have supported me so much during the last few months. Your messages and get-well wishes were motivating and greatly appreciated. Thank you Aki Watzke and Michael Zorc for your trust in me during this difficult time of recovery.It helped a lot. Thanks to my team, my doctors, and my fitness coach, and all the other people who stuck by me. For all of the patience, support, and positive energy, thank you to my family and my fiancée @annkathrin_vida I have much to be thankful for. See you on the pitch! Best wishes, Mario

Uma publicação compartilhada por ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀MARIO GÖTZE (@gotzemario) em

Entenda o problema

No dia 27 de fevereiro de 2017, o jogador de 24 anos foi diagnosticado com um distúrbio metabólico raro, chamado “miopatia”, uma doença muscular que deixa os membros do corpo fracos e doloridos, podendo ser genética ou adquirida ao longo da vida. Ela atrapalha até a realização de atividades cotidianas simples, como levantar da cama e subir escadas.

A carreira

Mario Götze foi lançado ao time principal do Borussia Dortmund em 2009 pelo então técnico Jürgen Klopp, fazendo parte do grupo que conquistou o bicampeonato alemão e o vice da Liga dos Campeões da Europa. No entanto, transferiu-se para o Bayern de Munique em negócio bastante polêmico.

Jogando pelo time da Baviera, o meia não reeditou as boas atuações, mesmo assim conquistou três vezes o Campeonato Alemão, duas Copas da Alemanha e uma Supercopa da Europa. Retornou a Dortmund três temporadas depois, mas nunca conseguiu jogar como em sua primeira passagem.

Foi o grande herói da Alemanha ao marcar o gol da vitória na final diante da Argentina e garantir a quarta taça da Copa do Mundo da história dos alemães. Também esteve presente na delegação que participou das Eurocopas de 2012 e 2016.