Futebol

Jogadores do Palmeiras se solidarizam com drama familiar de Guerra

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Guerra

Crédito: Foto: Reprodução/Instagram

O meia Alejandro Guerra, que estava com a delegação do Palmeiras no Equador para o jogo contra o Barcelona de Guayaquil, na noite da última quarta-feira (5), no duelo de ida das oitavas de final da Libertadores (derrota do Verdão por 1 a 0), retornou ao Brasil por causa de um drama familiar.

Assael Guerra, filho de três anos do jogador, sofreu um acidente doméstico e está internado no Hospital Albert Einstein do Morumbi, em São Paulo. A informação foi confirmada pela assessoria do Palmeiras e pelo Corpo de Bombeiros de Barueri. A notícia gerou uma corrente de oração nas redes sociais e os companheiros de Palmeiras, assim como outros clubes rivais, manifestaram mensagens de apoio ao venezuelano.

LEIA MAIS:

CASTIGO MERECIDO? VEJA COMO A IMPRENSA ANALISOU A DERROTA DO VERDÃO NO EQUADOR
MERCADO DA BOLA: VERDÃO CONTRATA ATACANTE REVELAÇÃO CEARENSE
MERCADO DA BOLA: TOBIO RETORNA AO VERDÃO, MAS TEM FUTURO INDEFINIDO
GLOBO VAI TRANSMITIR APENAS UM JOGO DO VERDÃO ENTRE AS RODADAS 16 E 20 DO BRASILEIRÃO
VERDÃO RENOVA CONTRATO DO ATACANTE KAUE E MANTÉM MULTA MILIONÁRIA

“Conte comigo no que precisar, amigo! Vai dar tudo certo com o Guerrinha!”, postou o meia Moisés em seu perfil no Instagram.

Mensagens de apoio vieram também de Mina, Felipe Melo, Jean, Zé Roberto, Fabiano, Thiago Martins e também de Malu, a mulher de Dudu, entre outros.

Confira:

Veja o comunicado oficial do Palmeiras na íntegra:

“A Sociedade Esportiva Palmeiras informa que o filho do atleta Alejandro Guerra sofreu um acidente doméstico nesta quarta-feira (05). O estado da criança é estável e ela segue sob cuidados médicos.

O clube está prestando todo o auxílio necessário para o meia e sua família. O jogador não enfrentará o Barcelona-EQU e retornará a São Paulo.”