Lutas

Após vitória, Jon Jones desafia Brock Lesnar; Dana vê luta longe de acontecer

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Jon Jones desafia Brock Lesnar depois de reconquistar o cinturão do UFC (Foto: Reprodução/Instagram oficial do UFC Brasil)

Crédito: Jon Jones desafia Brock Lesnar depois de reconquistar o cinturão do UFC (Foto: Reprodução/Instagram oficial do UFC Brasil)

Na madrugada deste domingo, Jon Jones nocauteou Daniel Cormier no evento principal do UFC 214 e reconquistou o cinturão do peso meio-pesado da organização. Após a luta, ainda no octógono, o novo campeão da categoria desafiou o peso pesado Brock Lesnar.

“Brock Lesnar, se você quiser saber como é ter seu traseiro chutado por alguém 20 quilos mais leve que você, encontre-me no octógono”, desafiou Jon Jones.

Durante a preparação para a luta deste final de semana, com Daniel Cormier, Jones foi surpreendido pela pergunta de um fã se ele lutaria contra Brock Lesnar. O campeão dos meio-pesados responderia que “adoraria lutar” contra o peso pesado. Pouco depois, a estrela da WWE ironizou Bones.

“Se eu lutaria contra Jon Jones? A qualquer hora e em qualquer lugar. Mas ele deveria estar mais preocupado com Daniel Cormier sábado à noite”, disse Lesnar em entrevista à agência de notícias Associated Press na última quarta-feira.

Na coletiva de imprensa após conquistar o cinturão, Jones revelou os motivos que o fizeram desafiar o peso pesado.

“Pra ser honesto, eu não tenho ideia de onde veio essa situação sobre Brock Lesnar. Mas isso ficou sério muito rápido. Eu estava conversando com meus empresários, minha equipe e perguntei o que eles achavam. Meu empresário disse: ‘vai ser ótimo pra fazer dinheiro’. Esse é o trabalho dele, fazer dinheiro para mim. Minha equipe disse que eu vou vencer essa luta e isso vai me levar a um nível ainda mais alto. Eu coloquei na minha cabeça que ia passar a tratar com seriedade sobre o assunto. Acho que seria ótimo para o mundo do MMA, iria trazer um público mais geral para o esporte e é isso que nós precisamos. Precisamos expadir nosso esporte e por que não fazer parte disso?”, explicou o campeão dos meio-pesados.

Por outro lado, Dana White fez questão de colocar panos quentes na ideia e lembrou que o astro da WWE ainda precisa cumprir mais seis meses de suspensão após ser cair em dois testes antidoping, em junho e julho de 2016.

“Demoraria mais seis meses para o Lesnar ser liberado pela USADA. É divertido falar sobre a luta. Mas a realidade é que não vai acontecer tão cedo. Não é uma realidade”, declarou o presidente do UFC em entrevista coletiva após o UFC 214.

LEIA MAIS
Confira todos os resultados do card principal do UFC 214
Jon Jones vence Cormier com nocaute avassalador e é campeão do UFC
José Aldo fica longe de título em competição de jiu-jitsu no Rio de Janeiro