Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Veja as chances dos lutadores brasileiros no UFC 213

Neste sábado à noite, quatro brasileiros estarão na disputa do UFC 213, que será disputado em Las Vegas. Dois deles fazem importantes lutas no card principal e outros dois buscam seu lugar ao sol no card preliminar. Veja abaixo quais as chances de cada um deles em sua respectiva luta.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

LEIA MAIS
Werdum diz que vai torcer por Valentina Shevchenko e comenta: “A Amanda mudou muito”

Douglas Silva vs Rob Font

Douglas Silva em ação na usa vitória sobre Enrique Briones, em sua última luta (Foto:Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Douglas Silva em ação na usa vitória sobre Enrique Briones, em sua última luta (Foto:Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

O brasileiro é dono de um cartel invejável. Douglas tem 24 vitórias em 26 lutas. O brasileiro tem apenas uma derrota na carreira, por decisão dos juízes em sua estreia no UFC, contra o russo Zubaira Tukhugov, em 2014. D’Silva já se reabilitou e vem de duas vitórias seguidas na organização, incluindo um nocaute com um soco giratório sobre Enrique Briones em seu último duelo. Douglas é um finalizador. 19 de suas vitórias foram por nocaute. Oriundo do boxe, o brasileiro precisa tomar cuidado com os chutes frontais (no corpo e no queixo) e com as quedas de seu adversário. Rob Font venceu sua última luta, contra Matt Schnell, por nocaute e se recuperou da derrota para John Lineker. O americano tem um cartel de 13 vitórias e 2 derrotas. Apesar de as casas de apostas darem amplo favoritismo a Font, a luta deve ser bem aberta e franca, com grandes chances de terminar antes da buzina final.

Thiago Marreta vs Gerald Meerschaert

Thiago Marreta desfere golpe contra o galês Jack Marshman Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Thiago Marreta desfere golpe contra o galês Jack Marshman Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

O americano será um grande desafio para o brasileiro. O duelo será um confronto de estilos: o striker Thiago Marreta contra o grappler Gerald Meerschaert. O apelido Marreta já diz tudo. O brasileiro é um nocauteador nato. De suas 14 vitórias, 9 foram por nocaute. Por outro lado, Meerschaert jamais foi nocauteado. O americano tem 26 vitórias em seu cartel, sendo 19 delas por finalização. Das 8 derrotas de Meerschaert, 7 foram por finalização. Apesar da envergadura levemente maior, o americano vai tentar encurtar a distância para colocar o brasileiro para baixo. Por isso, Marreta tem que ficar esperto na aproximação de Meerschaert e aproveitar uma brecha nas entradas dele para acertar um golpe fulminante. O brasileiro é o favorito de acordo com as casas de apostas.

Fabrício Werdum vs Alistair Overeem

Fabrício Werdum comemora o título linear do peso pesado do UFC ao vencer Cain Velásquez na Cidade do México, em 2015 (Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Fabrício Werdum comemora o título linear do peso pesado do UFC ao vencer Cain Velásquez na Cidade do México, em 2015 (Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Werdum e Overeem fecharão a trilogia entre os dois. Uma vitória para cada lado. Werdum venceu a primeira luta por finalização. Na revanche, melhor para Overeem, por pontos. Ambos vêm de vitória após perderem para o campeão da categoria, Stipe Miocic. Werdum venceu Travis Browne ppor decisão unânime, enquanto Overeem nocauteou Mark Hunt. Desde que voltou ao UFC, em 2012, o brasileiro teve poucas chances de mostrar seu jiu-jitsu, considerado por muitos o melhor do Ultimate. Bicampeão do ADCC, a luta agarrada pode ser o grande caminho de Werdum para a vitória. Se o brasileiro conseguir colocar o adversário de costas no chão, suas chances de vitória aumentam exponencialmente. Em pé, por se tratar de uma luta entre pesos pesados, o duelo deve ser bem equilibrado, com a chance de um golpe acabar com a luta repentinamente.

Amanda Nunes vs Valentina Shevchenko

Após vencer Juliana Peña no início do ano, Valentina Shevchenko desafia Amanda Nunes (Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Após vencer Juliana Peña no início do ano, Valentina Shevchenko desafia Amanda Nunes (Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

O fato curioso da luta entre Amanda e Valentina é que as uma tem mais vitórias na especialidade da outra. Ambas têm 14 triunfos. A brasileira, especialista no jiu-jitsu, venceu 10 vezes por nocaute, enquanto a atleta do Quirguistão, kickboxer, tem seis vitórias por finalização. A Leoa conquistou a chance de disputar o cinturão após conquistar vitória contundente, por decisão unânime, sobre Shevchenko em março de 2016. Após vencer a ‘Bullet’, Amanda simplesmente passou o trator sobre os dois maiores nomes femininos do UFC: conquistou o cinturão dos galos após finalizar Miesha Tate e defendeu o título com um nocaute avassalador em cima de Ronda Rousey. Apesar de as casas de apostas apontarem Valentina como favorita, Amanda chega mais credenciada para a luta.