Mano Menezes fala sobre promessa cumprida contra o Palmeiras e destaca qualidade ofensiva cruzeirense

Neste domingo, o Cruzeiro conseguiu uma importante vitória ao vencer o Palmeiras por 3 a 1. O placar serviu como um alívio para o treinador Mano Menezes, que após a derrota no clássico contra o Atlético-MG, prometeu que venceria a equipe alviverde e não sofreria três gols novamente.

Victor Paixão
Colaborador do Torcedores

Crédito: Cruzeiro / Divulgação

Na partida, o Cruzeiro abriu dois gols de vantagem ainda no primeiro tempo. Porém, no decorrer da segunda metade do jogo, o Palmeiras, com o ex-cruzeirense Willian, diminuiu o placar. Com a pressão palmeirense, a equipe celeste fez o terceiro gol nos acréscimos, o que decretou sua vitória.

LEIA MAIS

VEJA OS PRÓXIMOS CONFRONTOS DO CRUZEIRO PELO CAMPEONATO BRASILEIRO

EX-RIVAIS NO BRASIL, GOULART E TARDELLI PROTAGONIZAM DUELO POR ARTILHARIA NO CAMPEONATO CHINÊS

OPINIÃO: MANO PROMETEU VENCER E O PALMEIRAS FACILITOU SEU OBJETIVO

A vitória cruzeirense veio depois de duas partidas sem vencer. No último jogo do Brasileirão, perdeu por 3 a 1 para o rival, e no jogo anterior, sofreu três gols para o Palmeiras, após sair vencendo por três gols de diferença e deixar a equipe alviverde, de forma heroica, empatar o placar. Na coletiva desta terça-feira, o técnico Mano Menezes falou sobre a vitória e sobre as características da equipe que entrou em campo.

“A nossa maior satisfação é rever a alegria do torcedor voltando para casa. Foi uma vitória grande contra um adversário que exigiu bastante da gente, mas o Cruzeiro soube ter uma postura diferente, soube entender de maneira diferente o jogo, como eu acho que deve ser. Nós não somos a melhor equipe do campeonato, mas podemos ser uma das equipes mais organizadas. Essa sempre foi nossa característica, e tínhamos fugido dela um pouco. Quem sabe até na ânsia de jogar melhor, de oferecer um futebol mais vistoso, a gente abriu mão de fundamentos que não se pode abrir, em um campeonato tão duro como é o Brasileiro”, disse.

Mano também relembrou a promessa de não levar três gols novamente e vencer o Palmeiras. O treinador cruzeirense avaliou como necessária e fez questão de destacar a qualidade ofensiva da equipe mesmo com uma formação diferente da que vinha utilizando, muito, em relação aos desfalques:

“A promessa do gol que não iríamos tomar era necessária. Não podíamos fazer mais um jogo daqueles e não falar nada. E os três gols que conseguimos fazer deixa claro que nossa equipe tem uma capacidade ofensiva com qualquer formação, que temos jogadores de qualidade, que todos eles podem dar a sua parcela para a construção das jogadas ofensivas, seja com essa característica ou com outra. E um Cruzeiro equilibrado, sempre será forte e é o que a gente quer”.  

Você conhece os melhores sites de apostas do mercado? O OddsShark te indica!