Futebol

Passes, movimentação e gol! Veja números de Hernanes na reestreia pelo São Paulo

Publicado às

Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.

Crédito: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Hernanes reestreou com a camisa do São Paulo com o pé direito. Ele não só trouxe qualidade para o meio de campo do time de Dorival Júnior, como se tornou arma ofensiva letal. Prova disso, é que estufou as redes do Botafogo na vitória heroica por 4 a 3, no Engenhão, pela 17ª rodada do Brasileirão, e chegou a marca de 100 gols na carreira.

Escalado à frente da dupla de volantes, o novo reforço são-paulino melhorou as trocas de passes, fez a composição defensiva para não sobrecarregar a marcação e melhorou a transição de defesa e ataque em poucos toques.

Confira abaixo os números da reestreia baseado nos dados do Footstats (site especializado em estatísticas de futebol):

– 62 passes certos
– 7 passes errados
– 2 finalizações certas
– 1 gol marcado
– 2 finalizações erradas
– 4 cruzamentos errados
– 1 faltas cometidas
– 2 falta recebida

Rubens Chiri / saopaulofc.net

Conversei com os companheiros que merecíamos a vitória. Jogamos mais que o Botafogo, que atuou no contra-ataque. Mas a vitória só veio porque trabalhamos muito bem durante a semana, atentos ao comando do Dorival. A preparação fez toda a diferença. Não acreditava na virada não, mas pensava que poderíamos empatar. A gente não podia perder esse jogo. A gente fez tudo certo, jogando bem, criamos chances no primeiro tempo. Não estava aceitando a derrota. A vitória veio. Parabéns ao Marcos Guilherme, que teve uma estreia sensacional”, disse o camisa 15 após o jogo.

Para ser sincero, não era um objetivo entrar e marcar gol. Em uma semana, com tanta coisa que aconteceu, procurei estar tranquilo e concentrado para ajudar a equipe. O gol veio como uma cereja em cima da torta. Estava pensando que teria que me adaptar a tudo rapidamente. Pensei que fosse sofrer mais, mas consegui chegar até o final da partida. Marcar um gol aos 40 minutos do segundo tempo mostra que eu ainda tinha energia para ajudar o time”, acrescentou o armador são-paulino, que por iniciativa de Lucas Pratto foi o capitão da equipe no Engenhão.

O camisa 15 são-paulino marcou o seu centésimo gol na carreira, em 545 partidas disputadas. Só com a camisa do Tricolor foram 224 partidas e agora 39 gols. O que também impressionou no retorno do meio-campista, que agora atua como meia de criação, e não como volante, foi a movimentação. Ele transitou pelo lado esquerdo e meio com facilidade e confundiu a defesa carioca.

Veja o mapa de calor da movimentação do jogador em campo:

Crédito da Foto: Reprodução/Footstats

Com o triunfo, o time do Morumbi chega aos 19 pontos e deixa a zona do rebaixamento, provisoriamente, e torce contra os rivais Atlético-PR e Coritiba não pontuarem. Os comandados de Dorival Júnior voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro na quinta-feira, às 19h30, contra o Coritiba, no Morumbi, pela 18ª rodada da competição.