Futebol

Palmeiras tira quatro lições da derrota para o Barcelona

Publicado às

Jornalista formado pela FIAM-FAAM. Setorista do Internacional e do Fluminense no Torcedores.com. Também escreve sobre o Palmeiras no site. Contato: mohamed.nassif12@hotmail.com

Borja

Crédito: Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

A partida contra o Barcelona no Equador não foi das melhores para o Palmeiras. O time perdeu fora de casa, não marcou gol e agora terá que reverter a vantagem dos equatorianos no Allianz Parque para seguir vivo na Libertadores.

O jogo foi cheio de testes para Cuca. Entretanto, a maioria dos testes não deu certo. O comandante e o Verdão podem tirar algumas lições com a derrota:

LEIA MAIS: Cuca explica derrota e projeta virada no Allianz Parque

Uma delas é saber que Juninho não pode jogar na lateral esquerda. Da para quebrar o galho, jogar uma vez ou outra, mas não ser titular em uma partida tão importante como na Libertadores. Ele sofreu defensivamente, deixando espaços para contra-ataques do time do Equador e não produziu nada no ataque.

Miguel Borja vem sendo questionado por parte da torcida. Ontem teve uma chance em um jogo importantíssimo, mas não a aproveitou. Assim como em outras oportunidades, deixou a desejar pelo pouco empenho. Fora de casa, é quase inviável jogar com ele, que pouco ajuda na marcação e deixa o time sobrecarregado na defesa.

Roger Guedes vinha sendo titular e jogando bem. Saiu do time titular e entrou no decorrer do jogo. No pouco tempo que jogou, mostrou muita habilidade e deu trabalho ao Barcelona. Deve ser titular da equipe. Talvez seja o atacante que está em melhor fase no Verdão, atualmente.

Zé Roberto jogou de meia e pouco produziu. O jogador já foi testado várias vezes nessa função no time e poucas vezes rendeu. Ontem, não tinha outra opção, a não ser Raphael Veiga, que também não convence. Mas quando Guerra não jogar, o time não pode contar com Zé Roberto. É necessária a contratação de mais um jogador para o setor.

*Este artigo tem parceria com a Fan Page “Guerreiros Palestrinos” – curta abaixo!