Futebol

Palmeiras x Barcelona terá juiz que ‘complicou’ Cuca na Libertadores pelo Galo

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou, neste final de semana, a escala dos árbitros que vão trabalhar na partida de volta das oitavas de final da Libertadores. O Palmeiras enfrenta o Barcelona (EQU), no Allianz Parque, na quarta-feira, dia 9 de agosto, às 21h45 e o escolhido para comandar o duelo será o argentino Néstor Pitana, da Fifa. Os auxiliares serão os também portenhos Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti.

LEIA TAMBÉM:
No Allianz Parque, Moisés comemora retorno aos gramados: “Dias fora estão contados”
Palmeiras x Avaí tem juiz “fortão” peitando Juan e web foi à loucura; veja

Deyverson entra na onda da “salsa choke” de Mina e dancinha vira GIF

Cuca deve se lembrar muito bem do juiz do jogo considerado mais importante da temporada para o Palmeiras. Em 2013, quando comandava o Atlético-MG na conquista histórica da Libertadores, o treinador viu Pitana comandar a partida de ida da final contra o Olimpia (PAR).

TEMPOS DE GALO

Em Assunção, os anfitriões venceram por 2 a 0 e o juiz foi bastante questionado pelos brasileiros, especialmente nos minutos finais, quando expulsou o lateral-esquerdo Richarlyson e marcou uma falta nos últimos segundos que originou o segundo gol dos paraguaios.

Além disso, Cuca e o Galo também reclamaram de cartão amarelo para Marcos Rocha, que seria suspenso e não poderia jogar no duelo de volta, no Mineirão. Assim como Pitana, o auxiliar Juan Belatti também esteve naquela decisão polêmica em Assunção. De qualquer maneira, o Atlético-MG soube reverter a desvantagem em Belo Horizonte com 2 a 0 no tempo normal, e levou a melhor nos pênaltis.

Néstor Pitana apitou quatro partidas na Copa do Mundo do Brasil, em 2014, com destaque para o duelo entre Alemanha e França pelas quartas de final, disputado no Maracanã e que terminou com vitória dos alemães por 1 a 0.

PALMEIRAS x BARCELONA

Derrotado em Guayaquil por 1 a 0, o Palmeiras precisa vencer o jogo de volta, em São Paulo, por dois gols de diferença para avançar às quartas de final da Libertadores. Se o Verdão ganhar de 1 a 0, a decisão fica para as penalidades. Qualquer vitória do Palmeiras por um gol de saldo, mas com gol tomado, é favorável aos equatorianos.