DESTAQUE

Palmeirenses criam torcida oficial na Austrália e já fazem planos por Mundial

Publicado às

Jornalista de esportes desde 2005, com passagem pelo UOL e Terra. Editor de comunidades do Torcedores.com e blogueiro do renanprates.com

Crédito: Reprodução/Facebook

O fanatismo dos palmeirenses pelo seu clube de coração já não tem mais fronteiras. Em vários cantos do mundo existem torcedores do Palmeiras mobilizados para vibrar com o time em campo. Na Austrália, não é diferente.

Em março de 2016 surgiu a “Palmeirenses in Sydney” (PIS), formada com o objetivo de unir todos os torcedores do Palmeiras que moravam na Austrália. A torcida surgiu após troca de mensagens dos fanáticos do Verdão pelo Whatsapp. Pouco tempo depois, um grupo já estava criado.

LEIA MAIS:
PALMEIRENSES SE REÚNEM EM LISBOA E ‘SUPERAM’ MADRUGADA PARA ACOMPANHAR A EQUIPE

Segundo documento interno do PIS, os torcedores interessados em participar do grupo passam “por uma certa triagem” para comprovar que são palmeirenses, o que contribuiu para fossem aceitos pelo Departamento do Interior do Palmeiras. Eles planejam fazer uma carteirinha para ter controle de quem faz (ou quem já fez) parte do PIS. A possibilidade de cobrança de mensalidade também está em pauta.

“A triagem é simples. As pessoas precisam manifestar interesse em assistir aos jogos com a gente. Depois que ela vai no primeiro jogo, ela é adicionada no grupo do Whatsapp”, explicou ao Torcedores.com o presidente da PIS, William Santana Oliveira.

O grupo de Whatsapp serviu para estreitar os laços de amizade entre os integrantes. Oliveira explicou que eles se ajudam para viver na Austrália. Por esse motivo, foi criado um outro grupo no Whatsapp que trata de todos os tipos de assunto: dicas de visto, convite para baladas, apoio para viver em um país diferente, ajuda para moradia…

Mas “nem tudo são flores”. Alguns membros acabam sendo cortados da comunidade. “Quando a pessoa quer falar sobre droga, ou passar pornografia, a gente exclui mesmo”.

O time do técnico do Cuca está reagindo no Brasileirão. E está “na briga” tanto na Copa do Brasil (quartas de final) como na Libertadores (oitavas). O momento na competição internacional, que é o principal objetivo do Palmeiras na temporada, faz os palmeirenses até fazerem planos para o Mundial, que neste ano será disputado em Abu Dhabi e Al Ain, duas cidades dos Emirados Árabes.

“Ganhando a Libertadores, nós estamos fazendo cotação de viagem para os Emirados Árabes. Estamos no grupo só esperando o momento certo. Tem gente que já quer comprar, senão em cima da hora vai ficar caro. Mas o pensamento é esse. Já invadimos a Austrália, e agora queremos invadir Emirados Árabes”, falou Oliveira.