Futebol

Petros diz quem é o responsável pela recuperação do São Paulo e faz pedido

Publicado às

Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.

Crédito: Créditos da foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Invicto há três jogos, o São Paulo da “Era Dorival Júnior” começa a se encontrar no Campeonato Brasileiro e sonha com vaga no G-6 após deixar a zona do rebaixamento. Após a vitória heroica por 4 a 3 diante do Botafogo, no Rio de Janeiro, Petros enalteceu o principal responsável pela recuperação: os são-paulinos.

A principal responsável pela reação, principalmente pela mudança de postura do time, é a torcida. Se fosse outra, já teriam abandonado o time. Agora é passo a passo. E a humildade de saber que sem trabalho e sem disputar cada bola como a última não se vai a lugar nenhum. Esse espírito apareceu nos últimos três jogos e queremos ficar assim até o fim. A gente não podia falhar. As vitórias resgatarão os grandes jogadores. Cada um aqui sabe seu lugar, seu potencial e o que executar“, disse o volante, em entrevista coletiva no CT da Barra Funda.

Apesar do ânimo após saída do Z-4, Petros alerta os jogadores contra os perigos de se acomodarem e pede dedicação igual a de Hernanes, que mesmo sem jogar há um tempo na China, foi para a partida contra o Fogão e marcou na reestreia.

Falei antes que ele seria importante pela liderança, espírito vencedor e caráter. Ele é um craque. Sem condições de jogo, ele jogar o que jogou é para se valorizar muito. Teve a chance de fazer de direita, não fez, mas de carrinho e de esquerda conseguiu marcar. Ele é vencedor, tem história no clube. E quando os outros olham ele dando a vida pelo escudo que representa, isso motiva os jogadores“, afirmou.

Contratado no final de junho, o volante completou um mês no São Paulo, soma sete partidas, todos como titular, e se impressionado torcida e imprensa pela liderança exercida nas rodas de discussão. O jogador diz que a atitude é baseada no momento delicado em que encontrou.

Cheguei em um momento muito complicado. A gente sabia a situaçao em que estava e aceitei o desafio por isso. Pouca gente teria coragem de fazer o que fiz, Hernanes e Dorival Júnior fizeram, e outros contratados. Comprei essa ideia e falei desde a primeira entrevista que daria minha vida. Vi que era necessário alguém assumir a responsabilidade pelos outros. Sigo trabalhando e não tenho necessidade de protagonismo. Farei de tudo para o clube voltar ao lugar onde deveria estar“, finalizou.

Na 15ª posição do Campeonato Brasileiro com 19 pontos, o São Paulo volta a treinar no CT da Barra Funda. A definição da equipe que irá enfrentar o Coritiba, na quinta-feira (3), no Morumbi, deve ser definido por Dorival na quarta.

LEIA MAIS
APÓS VIRADA, SÃO-PAULINOS NÃO PERDOAM DANCINHA DE JAIR VENTURA; CONFIRA
DORIVAL FAZ CONVOCAÇÃO PARA TORCIDA E PASSA RECADO PARA OS ATLETAS DO SÃO PAULO
DORIVAL REVELA SURPRESA COM READAPTAÇÃO DE HERNANES E EXALTA MARCOS GUILHERME