Futebol

Presidente do Flamengo diz qual foi a contratação mais difícil do clube

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Flamengo

Crédito: Gilvan de Souza/Flamengo

A atual direção do Flamengo é uma das que mais investiu na montagem de um elenco competitivo no Brasil e o presidente Eduardo Bandeira de Mello contou em entrevista ao programa Aqui com Benja qual foi a contratação mais difícil da sua administração.

Com nomes como Éverton Ribeiro, Diego Alves, Diego e Guerrero como opção, o dirigente afirmou que a contratação do peruano ex-Corinthians foi a mais emocionante do mandato como presidente.

“Todos são grandes craques. Diria que a mais difícil e que foi a mais emocionante, até porque foi a primeira em uma época que ninguém esperava, foi o Guerrero. Em 2015, o Flamengo ainda não podia ‘passar o cartão de débito’. Eu lembro que quando ele veio para o Flamengo, vários profissionais da imprensa duvidaram da capacidade do clube honrar a contratação”, explicou.

Para ele, a desconfiança da imprensa e as condições para a vinda de Guerrero na época também transformou a negociação em algo especial. “Lembro que falavam: ‘Acabou a era da responsabilidade no Flamengo’. Aconteceu (…) Foi uma operação extremamente bonita, por todas as negociações que foram envolvidas, ninguém sabia”, completou.

Com o alto investimento feito pela diretoria e o equilíbrio financeiro alcançado pelo clube, o Flamengo agora busca a conquista de títulos e tem um importante compromisso neste domingo (30) diante do Corinthians, na Arena, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

LEIA MAIS

“Defendo jogadores perseguidos no Fla”, diz presidente Bandeira de Mello