Opinião: esta é a escalação IDEAL para o Palmeiras bater o Cruzeiro na Copa do Brasil

O Palmeiras entrou em campo, neste domingo, contra o Sport com vários desfalques. Sejam por lesões ou por suspensão automática, eram vários titulares fora de combate e, por isso, o técnico Cuca resolveu rodar o elenco. Os suplentes não decepcionaram o treinador, que viu uma vitória contundente por 2 a 0 e a confiança lá em cima às vésperas do jogo decisivo contra o Cruzeiro, na quarta-feira, pela Copa do Brasil.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: César Greco / Ag. Palmeiras

LEIA TAMBÉM:
VÍDEO: Torcidas do Palmeiras e Sport brigam com a PM após jogo em Recife
Erik rouba a cena com chapéu na frente de Cuca em jogo do Palmeiras; assista
Não foi rodízio: Palmeiras revela motivo de Mina ter sido vetado contra o Sport

O regulamento da Copa do Brasil é claro – quem foi contratado depois de abril não pode jogar a competição. Por isso o Palmeiras não poderá contar com Mayke, Luan, Juninho, Bruno Henrique e Deyverson. Por outro lado, Felipe Melo e Guerra encontrarão o elenco em Belo Horizonte depois de fazerem trabalhos específicos em São Paulo.

Suspensos contra o Sport, Tchê Tchê, Michel Bastos, Borja e Dudu também poderão reforçar o Verdão, além de Jean, que retornou aos gramados após quase um mês tratando de dores no joelho. Com todo esse panorama, que time Cuca deve iniciar os 90 minutos diante do Cruzeiro por vaga na semifinal da Copa do Brasil?

A seguir, o autor irá dar sua opinião sobre qual escalação o Verdão deveria entrar, portanto fique à vontade para concordar ou não com meu ponto de vista. 

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

MEU TIME IDEAL

Para mim, Jean e Michel Bastos deverão começar nas laterais, mesmo que o camisa 15 tenha feito pênalti infantil contra o Flamengo no primeiro jogo atuando especificamente como ala.

Entre Jean, Fabiano e Tchê Tchê improvisado na direita, prefiro o camisa 2, que foi considerado o melhor do setor no Brasileirão 2016. No miolo da zaga, Yerry Mina e Edu Dracena, ou mesmo Antônio Carlos, já que o ataque do Cruzeiro mostrou-se veloz desde o primeiro jogo, no Allianz. Se precisar de outro, até Felipe Melo de beque é uma boa, hein…

No meio, entraria com Thiago Santos, Zé Roberto e Guerra. Tchê Tchê e Felipe Melo, esse último mesmo recuperado de lesão na coxa, começariam do banco. No ataque, Dudu e Róger Guedes pelas pontas iniciam a disputa. A grande dúvida é a referência na área.

Por merecimento, Willian começaria, mas o Bigode se machucou e ficará um mês de molho. Por isso é o jogo para Miguel Borja brilhar! Quem não se lembra do jogo de ida? De 0-3, a equipe empatou em menos de 20 minutos e o camisa 9 jogou, talvez, sua melhor partida no aspecto tático.

Cuca, de fato, terá dor de cabeça para montar o Palmeiras ideal para essa partida decisiva, mas creio que esse jogo seja vital para as pretensões de Borja, que tem agora Deyverson também fazendo sombra. É o jogo para ele deslanchar e tirar o peso dos ombros que tanto o incomoda desde que chegou.

Veja a escalação ideal do Palmeiras para vencer o Cruzeiro: